Agenda de campanha de candidatos à Presidência

0

 

Veja as atividades de campanha de candidatos à Presidência nesta quinta-feira (27).

Jair Bolsonaro

 

Candidato do PSL, Jair Bolsonaro, apresenta leve infecção

Candidato do PSL, Jair Bolsonaro, apresenta leve infecção

O candidato do PSL, Jair Bolsonaro, apresenta uma leve infecção, segundo médicos do hospital Albert Einstein, em São Paulo. Os médicos de Jair Bolsonaro adiaram a alta do candidato, prevista para a sexta-feira (27).

Na quarta-feira (25), ao retirar o cateter usado para administrar medicação, os médicos constataram uma pequena infecção no local. Por precaução, decidiram manter o candidato no hospital com uso de antibióticos na veia até sábado (29) ou domingo (30).

Bolsonaro mantém a rotina de campanha pelas redes sociais e no início da tarde rebateu com contundência uma declaração do vice dele, general Hamilton Mourão. Numa palestra para lojistas do Rio Grande do Sul, Mourão classificou o pagamento do 13º salário como uma “jabuticaba brasileira”, uma “mochila nas costas dos empresários”.

Em resposta, Bolsonaro disse que o 13º está previsto na Constituição, e não é passível de ser retirado nem por proposta de emenda à Constituição e que criticá-lo, além de uma ofensa a quem trabalha, confessa desconhecer a Constituição.

No fim da tarde, o general Mourão divulgou uma nota dizendo que a fala foi descontextualizada, que ele estava se referindo ao planejamento gerencial do pagamento do benefício.

Ciro Gomes

Candidato do PDT, Ciro Gomes, passa o dia em São Paulo

Candidato do PDT, Ciro Gomes, passa o dia em São Paulo

Ciro Gomes, candidato do PDT, passou o dia em São Paulo. Ciro Gomes fez campanha pelas redes sociais.

“Creche em tempo integral para 2,6 milhões de crianças de 0 a 3 anos para que as mulheres brasileiras, que têm um papel fundamental nesse momento no Brasil, possam ir à luta sabendo que seus filhos estão bem tratados, vão chegar em casa alimentados, bem cuidados e banhadinhos para o fim do dia”.

Antes, o candidato do PDT escreveu sobre saúde: “Vou implantar policlínicas em todo o Brasil. Elas terão 12 especialidades médicas e mais de dez tipos de exames de imagem. Tudo com hora marcada e sem pagar nada”.

Ciro Gomes passou a maior parte do dia em casa descansando por recomendação médica. Ele teve que fazer uma cauterização na próstata por causa de um sangramento nas vias urinárias.

O candidato saiu apenas para ir até a produtora gravar um programa para o horário eleitoral. Na saída disse que está se sentindo bem.

Fernando Haddad

Candidato do PT, Fernando Haddad, faz campanha no Rio Grande do Sul

Candidato do PT, Fernando Haddad, faz campanha no Rio Grande do Sul

Fernando Haddad, do PT, fez campanha no Rio Grande do Sul. Em Caxias do Sul, na serra gaúcha, Fernando Haddad participou de uma caminhada. Ele também parou na praça da cidade para um ato público. Haddad prometeu usar dinheiro público para comprar produtos das industrias nacionais e assim estimular a economia.

“O que está faltando? Usar o poder de compra do próprio governo federal para alavancar a produção local. Então, nós vamos usar as compras governamentais para fazer novas encomendas para a indústria local. Se não for compra governamental o Rio Grande do Sul não consegue reativar sua indústria”.

Depois, Haddad seguiu para Canoas, na região metropolitana, e de lá, pegou um trem de superfície para chegar até a capital.

Fernando Haddad disse que, se eleito, vai dar atenção especial para o transporte público. Para isso, disse que vai repassar para municípios dinheiro da Cide, Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico, que incide sobre o preço da gasolina.

O candidato do PT ainda visitou o me4cado público e participou de um comício no centro de Porto Alegre.

Marina Silva

Candidata da Rede, Marina Silva, faz campanha no Piauí

Candidata da Rede, Marina Silva, faz campanha no Piauí

A candidata da Rede, Marina Silva, escolheu o Piauí para fazer campanha, nesta quinta-feira. O primeiro compromisso de Marina Silva, nesta quinta-feira, foi uma visita a um projeto social que atende crianças e adolescentes de um bairro da periferia de Teresina.

A candidata aproveitou a visita ao Piauí para lançar um programa destinado a jovens com idade entre 15 e 19 anos. O programa prevê uma poupança para estudantes pobres que concluírem o ensino médio. Segundo Marina, os beneficiados serão de famílias cadastradas no Bolsa Família.

“Uma poupança que será criada para cada aluno do ensino médio, que terão o primeiro depósito no primeiro ano, depois no segundo ano e no terceiro ano. Quando ele concluir o ensino médio, ele terá uma poupança de R$ 3.700”.

No início da noite, acompanhada de correligionários, a candidata da Rede participou de um ato político num outro bairro, também da periferia da capital.

Geraldo Alckmin

Candidato do PSDB, Geraldo Alckmin, faz campanha em Minas e São Paulo

Candidato do PSDB, Geraldo Alckmin, faz campanha em Minas e São Paulo

O candidato do PSDB, Geraldo Alckmin, esteve em Minas e em São Paulo. Geraldo Alckmin começou a campanha na capital paulista. Participou da abertura da Expo-Cristã, que reúne empresários de denominações cristãs e astros da música gospel. Ele disse que pretende fazer convênios com prefeituras para zerar a falta de vagas em creches.

Durante a tarde, o compromisso de campanha de Geraldo Alckmin foi em Belo Horizonte. Ele caminhou por uma região de comércio popular. O candidato do PSDB disse que, se eleito, vai dar atenção especial à saúde pública, e para isso, apresentou três diretrizes.

“Primeiro não ter leito ocioso. Ampliar as vacinas. Vacinação é muito importante; e reduzir violência. Nossos jovens estão morrendo pela criminalidade, pela violência. Nós vamos fazer um mutirão nas 150 cidades mais violentas do Brasil”.

No início da noite, Geraldo Alckmin participou de uma caminhada em São José do Rio Preto, no interior de São Paulo.

Guilherme Boulos

Candidato do PSOL, Guilherme Boulos, faz campanha em Belo Horizonte

Candidato do PSOL, Guilherme Boulos, faz campanha em Belo Horizonte

Guilherme Boulos, candidato do PSOL, também fez campanha em Belo Horizonte. O candidato do PSOL chegou à capital mineira no início da tarde. Foi recebido no aeroporto por apoiadores e aliados políticos.

Guilherme Boulos foi, em seguida, para a Faculdade de Direito da Universidade Federal de Minas Gerais, onde participou de uma sabatina com estudantes. Ele prometeu, se eleito, transformar prédios abandonados ou desocupados em moradias populares para trabalhadores que moram na periferia. Disse também que vai investir mais nas universidades, criando novas vagas no ensino superior.

“Um milhão de novas vagas na universidade pública no Brasil. O custo disso é R$ 50 bilhões. Só para que se tenha uma ideia, se tributar lucro e dividendo, que é o dinheiro que vai das grandes empresas para os seus acionistas, que hoje está isento de imposto, se arrecada por ano R$ 60 bilhões. Dá para criar um milhão de vagas na universidade pública e ainda sobra”.

À noite, Guilherme Boulos participou de um comício no centro da capital.

Candidato do PSL, Jair Bolsonaro, apresenta leve infecção

Candidato do PSL, Jair Bolsonaro, apresenta leve infecção

O candidato do PSL, Jair Bolsonaro, apresenta uma leve infecção, segundo médicos do hospital Albert Einstein, em São Paulo. Os médicos de Jair Bolsonaro adiaram a alta do candidato, prevista para a sexta-feira (27).

Na quarta-feira (25), ao retirar o cateter usado para administrar medicação, os médicos constataram uma pequena infecção no local. Por precaução, decidiram manter o candidato no hospital com uso de antibióticos na veia até sábado (29) ou domingo (30).

Bolsonaro mantém a rotina de campanha pelas redes sociais e no início da tarde rebateu com contundência uma declaração do vice dele, general Hamilton Mourão. Numa palestra para lojistas do Rio Grande do Sul, Mourão classificou o pagamento do 13º salário como uma “jabuticaba brasileira”, uma “mochila nas costas dos empresários”.

Em resposta, Bolsonaro disse que o 13º está previsto na Constituição, e não é passível de ser retirado nem por proposta de emenda à Constituição e que criticá-lo, além de uma ofensa a quem trabalha, confessa desconhecer a Constituição.

No fim da tarde, o general Mourão divulgou uma nota dizendo que a fala foi descontextualizada, que ele estava se referindo ao planejamento gerencial do pagamento do benefício.

Ciro Gomes

Candidato do PDT, Ciro Gomes, passa o dia em São Paulo

Candidato do PDT, Ciro Gomes, passa o dia em São Paulo

Ciro Gomes, candidato do PDT, passou o dia em São Paulo. Ciro Gomes fez campanha pelas redes sociais.

“Creche em tempo integral para 2,6 milhões de crianças de 0 a 3 anos para que as mulheres brasileiras, que têm um papel fundamental nesse momento no Brasil, possam ir à luta sabendo que seus filhos estão bem tratados, vão chegar em casa alimentados, bem cuidados e banhadinhos para o fim do dia”.

Antes, o candidato do PDT escreveu sobre saúde: “Vou implantar policlínicas em todo o Brasil. Elas terão 12 especialidades médicas e mais de dez tipos de exames de imagem. Tudo com hora marcada e sem pagar nada”.

Ciro Gomes passou a maior parte do dia em casa descansando por recomendação médica. Ele teve que fazer uma cauterização na próstata por causa de um sangramento nas vias urinárias.

O candidato saiu apenas para ir até a produtora gravar um programa para o horário eleitoral. Na saída disse que está se sentindo bem.

Fernando Haddad

Candidato do PT, Fernando Haddad, faz campanha no Rio Grande do Sul

Candidato do PT, Fernando Haddad, faz campanha no Rio Grande do Sul

Fernando Haddad, do PT, fez campanha no Rio Grande do Sul. Em Caxias do Sul, na serra gaúcha, Fernando Haddad participou de uma caminhada. Ele também parou na praça da cidade para um ato público. Haddad prometeu usar dinheiro público para comprar produtos das industrias nacionais e assim estimular a economia.

“O que está faltando? Usar o poder de compra do próprio governo federal para alavancar a produção local. Então, nós vamos usar as compras governamentais para fazer novas encomendas para a indústria local. Se não for compra governamental o Rio Grande do Sul não consegue reativar sua indústria”.

Depois, Haddad seguiu para Canoas, na região metropolitana, e de lá, pegou um trem de superfície para chegar até a capital.

Fernando Haddad disse que, se eleito, vai dar atenção especial para o transporte público. Para isso, disse que vai repassar para municípios dinheiro da Cide, Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico, que incide sobre o preço da gasolina.

O candidato do PT ainda visitou o me4cado público e participou de um comício no centro de Porto Alegre.

Marina Silva

Candidata da Rede, Marina Silva, faz campanha no Piauí

Candidata da Rede, Marina Silva, faz campanha no Piauí

A candidata da Rede, Marina Silva, escolheu o Piauí para fazer campanha, nesta quinta-feira. O primeiro compromisso de Marina Silva, nesta quinta-feira, foi uma visita a um projeto social que atende crianças e adolescentes de um bairro da periferia de Teresina.

A candidata aproveitou a visita ao Piauí para lançar um programa destinado a jovens com idade entre 15 e 19 anos. O programa prevê uma poupança para estudantes pobres que concluírem o ensino médio. Segundo Marina, os beneficiados serão de famílias cadastradas no Bolsa Família.

“Uma poupança que será criada para cada aluno do ensino médio, que terão o primeiro depósito no primeiro ano, depois no segundo ano e no terceiro ano. Quando ele concluir o ensino médio, ele terá uma poupança de R$ 3.700”.

No início da noite, acompanhada de correligionários, a candidata da Rede participou de um ato político num outro bairro, também da periferia da capital.

Geraldo Alckmin

Candidato do PSDB, Geraldo Alckmin, faz campanha em Minas e São Paulo

Candidato do PSDB, Geraldo Alckmin, faz campanha em Minas e São Paulo

O candidato do PSDB, Geraldo Alckmin, esteve em Minas e em São Paulo. Geraldo Alckmin começou a campanha na capital paulista. Participou da abertura da Expo-Cristã, que reúne empresários de denominações cristãs e astros da música gospel. Ele disse que pretende fazer convênios com prefeituras para zerar a falta de vagas em creches.

Durante a tarde, o compromisso de campanha de Geraldo Alckmin foi em Belo Horizonte. Ele caminhou por uma região de comércio popular. O candidato do PSDB disse que, se eleito, vai dar atenção especial à saúde pública, e para isso, apresentou três diretrizes.

“Primeiro não ter leito ocioso. Ampliar as vacinas. Vacinação é muito importante; e reduzir violência. Nossos jovens estão morrendo pela criminalidade, pela violência. Nós vamos fazer um mutirão nas 150 cidades mais violentas do Brasil”.

No início da noite, Geraldo Alckmin participou de uma caminhada em São José do Rio Preto, no interior de São Paulo.

Guilherme Boulos

Candidato do PSOL, Guilherme Boulos, faz campanha em Belo Horizonte

Candidato do PSOL, Guilherme Boulos, faz campanha em Belo Horizonte

Guilherme Boulos, candidato do PSOL, também fez campanha em Belo Horizonte. O candidato do PSOL chegou à capital mineira no início da tarde. Foi recebido no aeroporto por apoiadores e aliados políticos.

Guilherme Boulos foi, em seguida, para a Faculdade de Direito da Universidade Federal de Minas Gerais, onde participou de uma sabatina com estudantes. Ele prometeu, se eleito, transformar prédios abandonados ou desocupados em moradias populares para trabalhadores que moram na periferia. Disse também que vai investir mais nas universidades, criando novas vagas no ensino superior.

“Um milhão de novas vagas na universidade pública no Brasil. O custo disso é R$ 50 bilhões. Só para que se tenha uma ideia, se tributar lucro e dividendo, que é o dinheiro que vai das grandes empresas para os seus acionistas, que hoje está isento de imposto, se arrecada por ano R$ 60 bilhões. Dá para criar um milhão de vagas na universidade pública e ainda sobra”.

À noite, Guilherme Boulos participou de um comício no centro da capital.

G1

Compartilhe

Deixe um comentário