Ouvir Rádio: Rádio Senado / Universitária FM 107.9 Fale Conosco

Fortaleza deve ter chuvas eventuais até a quarta-feira (19), prevê Funceme

0

Fortaleza deve receber chuvas eventuais como a desta segunda-feira (17) até a próxima quarta-feira (19), segundo a Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme). Apesar do pouco volume registrado, as precipitações foram suficientes para causar pontos de alagamentos e semáforos com defeitos.

A previsão par o dia é de chuva com nebulosidade variável em todas as regiões cearenses. Na terça-feira (18), a previsão é de chuva em todo estado. E, para quarta, chuvas isoladas na Região Centro-Norte do Estado. Nas demais regiões, há possibilidade de chuva.

De acordo com David Ferran, meteorologista da Funceme, as precipitações ocorrem porque de domingo para segunda-feira, a Zona de Convergência Intertropical (ZCIT) aproximou-se da costa do Ceará provocando nesta segunda chuvas no litoral cearense e no Maciço de Baturité. Essa zona, de acordo com Ferran, forma-se no meio do Oceano Atlântico.

O meteorologista reforça que nas próximas 48 horas as chuvas serão eventuais. “Previsão de chuva na capital e todo estado não quer dizer que teremos o dia todo com precipitações. Haverá chuva em um determinado momento, tanto na Capital como em outras partes do Estado, acompanhado de nebulosidade”, explica.

Maiores chuvas do dia no Ceará
Em milímetros
Fonte: Funceme

Dois postos de coleta na capital computaram os milímetros de chuva nas últimas 24 hias. No posto Água Fria foram registrados 7,2 milímetros. E, no Posto Messejana, 1,0 milímetro.

No Ceará, foi registrada chuva em pelo menos 23 municípios entre as 7h deste domingo (16) e as 7h desta segunda-feira, de acordo com a Funceme. As maiores foram em Pacoti (60 mm), Itatira (40 mm) e Cruz (28 mm).

Funceme prevê chuvas eventuais nas próximas 48 horas. — Foto: Cintia Xerez/Arquivo Pessoal Funceme prevê chuvas eventuais nas próximas 48 horas. — Foto: Cintia Xerez/Arquivo Pessoal

Funceme prevê chuvas eventuais nas próximas 48 horas. — Foto: Cintia Xerez/Arquivo Pessoal

G1 CE

Compartilhe

Deixe um comentário