Governo do Estado anuncia inicio de campanha contra o sarampo: 6 de agosto

0

Com o Brasil enfrentando dois surtos de sarampo atualmente, nos estados de Roraima e Amazonas, com mais de 670 casos já confirmados, o Governo do Estado anunciou nesta sexta-feira (20), em evento realizado na Escola de Saúde Pública do bairro Meireles, que o Ceará dará início à campanha de vacinação contra a doença no próximo dia 6 de agosto. A data, inclusive, marca o início de uma operação nacional, do Ministério da Saúde, para evitar que a patologia se alastre pelo País.

Segundo a coordenadora de vigilância em saúde da Secretaria de Saúde do Estado (Sesa-CE), Daniele Queiroz, a vacinação vai até o dia 31 de agosto e tem como público-alvo crianças com menos de 5 anos. “Trata-se de uma campanha de segmento, que vai imunizar crianças de 1 a 4 anos, 11 meses e 29 dias. Independente do estado da situação vacinal, se já tomou alguma dose anterior ou não, essa criança deve ser vacinada”, disse.

A vacina que protege contra o sarampo é a tríplice viral, que também imuniza contra caxumba e rubéola. A pessoa deve ter tomado duas doses com intervalo mínimo de um mês, desde que a primeira tenha sido adquirida depois de um ano de vida. “As duas doses no primeiro ano do bebê protegem a criança para o resto da vida. Porém, quem não sabe se tomou a vacina, pode tomar novamente, sem problemas”, afirma a Dra. Rosana Richtmann, infectologista do Hospital e Maternidade Santa Joana.

Em relação a efeitos adversos da vacina do sarampo, a infectologista comenta que são raros os casos considerados graves. “Os efeitos colaterais mais comuns são dor no braço, vermelhidão e inchaço onde foi aplicada a vacina. Também podem ocorrer febre ou mal-estar passageiro. Em alguns casos, e dependendo do tipo de vacina, a pessoa pode apresentar sintomas parecidos com os da própria doença”, enfatiza.

 

Com informações Diário do Nordeste

Compartilhe

Deixe um comentário