Marina Silva diz que a sociedade precisa reafirmar compromisso com a democracia

0

Por G1 — Brasília


Candidata da Rede, Marina Silva, esteve em São Paulo, neste sábado (29)

Candidata da Rede, Marina Silva, esteve em São Paulo, neste sábado (29)

A candidata da coligação Rede-PV à Presidência da República, Marina Silva, afirmou em São Paulo (SP) que este é um momento em que a sociedade “precisa reafirmar a cada dia” o “compromisso com a democracia”.

Ela esteve neste sábado (29) no Largo da Batata, na capital paulista, na concentração do ato organizado em todo o país pelo grupo “Mulheres Contra o Bolsonaro” em protesto contra as ideias do candidato do PSL à Presidência da República.

Segundo ela, “as mulheres têm o direito de se manifestar, de consolidar as conquistas que obtiveram a duras penas”.

Marina Silva condenou o autoritarismo, defendeu a igualdade e disse também que é preciso combater o feminicídio e acabar com as diferenças de salários entre homens e mulheres.

Ela avaliou que isso pode ser feito por meio de politicas públicas que assegurem às mulheres o direito de estudar e de como cuidar adequadamente de seus filhos. “Em creches, em todos os espaço que o poder público possa contribuir para que se possa evitar toda e qualquer forma de discriminação”, acrescentou.

Marina afirmou ainda que existem várias formas de enfraquecer a democracia, e que o discurso abertamente autoritário é apenas uma delas.

“A outra é aquela que, disfarçada de grandes ideais, também tenta fazer a mesma coisa, inclusive usando mecanismos de corrupção para fraudar a vontade soberana dos eleitores”, disse.

A candidata da coligação Rede-PV também afirmou que o questionamento de Jair Bolsonaro à legitimidade da eleição “parece discurso de quem está amarelando diante da crítica da opinião pública”.

Na última sexta-feira, Bolsonaro declarou num programa de TV que só reconheceria o resultado da eleição caso ele ganhasse.

G1

Compartilhe

Deixe um comentário