Mulher retira objeto deixado dentro do corpo durante parto após dois anos sentindo dores

0

Depois de dois anos de espera, a dona de casa Edineuza Baltazar conseguiu realizar a cirurgia que retirou um objeto deixado dentro do corpo dela quando deu à luz. A cirurgia foi realizada nesta semana e levou menos de uma hora. Os médicos retiraram um pedaço de fio cirúrgico. Apesar de pequeno, o objeto causou muito desconforto à Edineuza.

“Ele [o médico]falou que isso aqui é um fio que é ponteado na cesária, mas nem era pra ter botado esse fio dentro de mim, porque o corpo rejeita”, diz. Ela guardou o pedaço da linha para provar o suposto erro no procedimento.

Dores e dificuldades

Ela desconfiou que tinha um corpo estranho quando sentiu dores na barriga, semanas após dar à luz a filha. Um ultrassom realizado em 2016 conformou a presença do fio. Com o problema de saúde, ela perdeu peso e sofreu dificuldade em cuidar dos seis filhos.

“Comecei a sentir tipo contração, mas tem dias que parece que fica mais pontudo”, diz a dona de casa.

Outra dificuldade foi esperar pela cirurgia gratuita, pelo Sus; como não suportou as dores, ela acabou optando pela cirurgia em unidade particular, pagando um preço que ela considera bastante caro.

Hospital nega erro

Apesar das dores e reclamações da mãe, a unidade onde ela fez o parto, o Hospital Gonzaguinha, nega qualquer irregularidade ou erro de procedimento.

“O procedimento pode ser fechado com fios absorvíveis e fios inabsorvível. No caso [da Edineuza Baltazar]era fio inabsorvível, mas essas reações se formam às vezes também com fios absorvíveis. Então o procedimento do cirurgião foi correto”, diz o diretor técnico da unidade, Luiz Calos Weyne.

G1

Compartilhe

Deixe um comentário