Operações do Ministério Público afastam 13 prefeitos em três anos

0
O Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE) apresentou, em coletiva de imprensa nesta sexta-feira (07), os dados referentes às ações de combate à corrupção dos últimos três anos. De 2016 a 2018, o MPCE realizou 34 operações que resultaram em 65 prisões; 12 prefeitos foram afastados e um foi preso; e foram autorizadas pela Justiça 57 interceptações telefônicas.
A Procuradoria de Justiça dos Crimes contra Administração Pública (Procap) atua especificamente em casos de crimes contra a administração pública praticados por agentes públicos, como prefeitos, secretários municipais, vereadores, dentre outros. A procuradora Vanja Fontenele ressalta que as investigações estão sendo intensificadas. Somente neste ano são 80 investigações em curso e acumuladas com as dos anos anteriores.
Outra ação do MP é no combate a fraudes perpetradas por empresários e contribuintes que se valem de artifícios criminosos para se eximirem ou reduzirem o tributo devido. Nos últimos dois anos, foi solicitado à Justiça o arresto e sequestro de bens e valores que totalizam mais de 18 milhões de reais.
Na próxima segunda-feira, o MP realizará o Fórum de Combate à Corrupção, no auditório da Justiça Federal do Ceará. O evento marcará o Dia Internacional de Combate à Corrupção, que acontece neste domingo (09/12) e nele será apresentado um panorama das ações de combate ocorridas em 2018 e serão debatidos os desafios e as oportunidades na luta anticorrupção.
 Com informações do MPCE
Compartilhe

Deixe um comentário