Papa: promover formação dos jovens e amor aos mais necessitados

0

O Papa Francisco recebeu na manhã deste sábado (16/09), na Sala Clementina, cerca de 100 participantes no Capítulo da Congregação dos Missionários do Sagrado Coração de Jesus.

Comentando o lema escolhido para a preparação do Capítulo (“Tu guardaste o melhor vinho até agora”), Francisco ressaltou que as ricas potencialidades do Instituto em benefício da Igreja e do mundo não estão esgotadas:

“Ouvindo o que o Espírito diz hoje à sua Igreja e abertos às questões da humanidade, sabereis tirar da fonte genuína e inesgotável do carisma um novo entusiasmo, escolhas corajosas, expressões criativas da missão que vos foi confiada. Precisamente as novas condições relativamente ao passado, e as novas instâncias do empenho de evangelização da Igreja, são as condições que exigem e tornam possíveis novas formas de oferecer o “bom vinho” do Evangelho para dar alegria e esperança a muitos”.

Se a inspiração original do Fundador foi a de difundir a devoção ao Sagrado Coração de Jesus – prosseguiu o Santo Padre –  hoje esta inspiração se entende e actualiza exprimindo-a numa variedade de obras e acções que testemunham o amor terno e misericordioso de Jesus para com todos, especialmente os mais necessitados. E Francisco deu algumas indicações:

“Para o fazer, convido-vos – como muitas vezes tenho recordado às pessoas consagradas – a “voltar ao primeiro e único amor”, a fixar o olhar no Senhor Jesus Cristo para aprender com Ele a amar com um coração humano, a procurar e cuidar das ovelhas perdidas e feridas, a trabalhar pela justiça e a solidariedade com os fracos e os pobres, a dar esperança e dignidade aos deserdados, a ir por todo lado onde um ser humano espera ser acolhido e ajudado”.

Em seguida o Santo Padre falou de uma certa diminuição de membros que se tem verificado nas últimas décadas na Congregação, bem como em outros Institutos, recordando-lhes que o aumento das vocações na América do Sul, na Oceânia e na Ásia deve ser motivo de conforto e esperança para o presente e para o futuro. Também a formação cristã da juventude, outra expressão do carisma dos Missionários do S.C. Jesus, deve ser garantida e incrementada nas obras do Instituto, sublinhou o Papa:

“Como é urgente hoje a tarefa de educar e acompanhar as novas gerações a aprender os valores humanos e cultivar uma visão evangélica da vida e da história! Esta, que muitos definem como uma verdadeira “emergência educacional”, é sem dúvida uma das fronteiras da missão evangelizadora da Igreja, para as quais toda a comunidade cristã é convidada a sair”.

E a terminar, algumas recomendações concretas e uma advertência contra o mal do clericalismo numa Congregação que conta ainda hoje com um bom número de membros, entre os quais um consistente grupo de irmãos religiosos:

“Por favor, não cedais ao mal do clericalismo, que afasta as pessoas e, especialmente, os jovens da Igreja. Vivei entre vós uma verdadeira fraternidade que acolhe as diversidades e valoriza a riqueza de cada um. Não tenhais medo de continuar e aumentar a comunhão com os leigos que colaboram no vosso apostolado, fazendo-os participantes dos vossos ideais e projectos. Juntamente com eles e com as irmãs da congregação feminina, assumirá vigor uma maior “família carismática” que melhor mostrará a vitalidade e actualidade do carisma do Fundador”.

A Virgem Maria, a quem invocais com o título de Nossa Senhora do Sagrado Coração de Jesus, vos mantenha sempre unidos ao Seu Filho e, com a Sua materna intercessão, vos proteja; acompanhe-vos também a minha bênção extensiva a todas as vossas comunidades – concluiu Francisco.

(BS)

(from Vatican Radio)

Compartilhe

Deixe um comentário