Prestes a anunciar apoio a Ciro, Eunício diz que nunca comeu “colher de sal” com Meirelles

0

“Não vou sair do partido. Ninguém me tira”, afirma o senador em resposta a apoio de Temer ao ex-ministro da Fazenda

Equipe Focus
focus@focus.jor.br

O senador Eunício Oliveira (MDB) deu outro passo decisivo para declarar apoio a Ciro Gomes (PDT). Depois de afirmar em Sobral que gostaria de ver “outro nordestino” na Presidência do País, o presidente do Senado abriu o confronto direto com Michel Temer, que havia sugerido a saída dos emedebistas que não quisessem apoiar a candidatura presidencial de Henrique Meirelles.

Em entrevista à colunista Andreza Matais, da Coluna do Estadão, Eunício declarou que vai “morrer” no MDB e desafiou a quem defender sua expulsão. “Não vou sair do partido. Ninguém me tira”.

Ou seja, com a fala, o senador deixou claro que não apoia Meirelles. “Ele nunca exerceu nenhum mandato pelo MDB. Não sei nem por quais partidos ele passou. Sei que do MDB ele não é”, afirmou.

Mais de Eunício sobre Meirelles e seu apoio a Ciro: “Estou conversando com minha coligação (que inclui o PT, do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, e o PDT, do presidenciável Ciro Gomes). Meirelles é um candidato ruim? Nunca comi uma colher de sal com ele. Estou há quase dois anos na presidência do Congresso e nunca tive relacionamento com ele quando era ministro da Fazenda. Acredito que seja um brasileiro capaz. Agora, uma coisa é um brasileiro capaz e outra é um militante partidário.

Meirelles e Eunício fizeram parte da mesma equipe ministerial durante o governo de Luis Inácio Lula da Silva. Meirelles no Banco Central e Eunício como Ministro das Comunicações.

Compartilhe

Deixe um comentário