Sophie Charlotte encarna deusa grega moderna em campanha de moda

0

Sophie Charlotte dá vida  uma espécie de deusa grega moderna na campanha de primavera 2017 da Bobstore, cuja coleção que acaba de chegar às lojas da marca tem como inspiração a mitologia e as belezas naturias do país europeu.

A atriz, atualmente no ar em Os Dias Eram Assim, bateu um papo exclusivo com a Vogue Online durante a sessão de fotos comandada por Nicole Heiniger, com beleza assinada por Henrique Martins, direção de arte de Estela Padilha e direção de estilo por Flavia Lafer.

Quando você não era famosa, imaginou que algum dia estrelaria uma campanha de moda?
Sim me imaginava, porque quando eu era pequena meu pai (que é cabeleireiro e maquiador) trabalhava com campanhas e editoriais… então me imaginava ali, acho que para fazer parte do universo dele, do trabalho dele… sempre foi um meio que me encantou.

Quando pensa em moda, o que vem na sua cabeça?
Entendo a moda como uma expressão ao mesmo tempo muito pessoal e também muito coletiva… Uma maneira direta e não verbal de se colocar, de fazer escolhas estéticas que dizem sobre quem somos como indivíduo e como povo.

Tem algum segredinho de beleza caseiro que realmente funcione?
Acredito muito em receitas caseiras… Na verdade acho que tudo veio disso… Tudo começou com curas e terapias passadas de geração em geração… A maioria conhecemos e são bem simples. Acho a lei do equilíbrio um bom norte para uma vida saudável e uma beleza real… Ah, e a felicidade é uma receita infalível para a beleza vir de dentro.

Sobre a maternidade, lembra de algum desejo estranho que teve?
Durante a minha gestação fui muito feliz, aproveitei tudo que podia e tentei ouvir ao máximo os desejos e necessidades do meu corpo. O desejo mais curioso foi o por OraPronobis. Uma folha escura que se come muito em Minas Gerais, quase um mato de cerca viva, que havia comido uma vez na vida a muito tempo atrás…. A avó do Daniel trouxe do seu sítio assim que soube do desejo. Uma delícia!

O que mudou na sua personalidade depois de ser mãe?
Sinto que depois de me tornar mãe fiquei mais atenta às prioridades, diminui expectativas e busco estar mais presente, aproveitar cada instante… porque o tempo passa muito rápido e a vida é agora! A maternidade é um portal de amor! Irreversível!

Vocês pretendem ter mais filhos?
Pretendo ter mais um filho/filha sim, mas daqui a uns 2 anos. Quero trabalhar mais um pouco antes, curtir o Otto (que ainda amamento, com 1 ano e 5 meses) e viajar… Tudo no seu tempo!

Sua personagem Alice passou por várias transformações ao longo da minissérie. Estamos em 2017 e muita coisa ainda não mudou. Na sua opinião, o que falta para as mulheres chegarem lá?
Essa pergunta é complicada, acho que as mulheres já conquistaram muito dentro de um país (um mundo) machista e paternalista…. Então o que tem que mudar é todo o ponto de vista da sociedade. Superficialmente muita coisa mudou, mas quando observamos a taxa de feminicídio no Brasil, ou a diferença salarial entre homens e mulheres vemos que na real ainda falta a equidade. Minha personagem Alice é muito livre na juventude, mas não consegue enfrentar os valores dos pais e da época…. Depois já adulta fica presa em um casamento super violento com o Vitor por conta dos filhos e da falta de suporte da justiça da época para o caso de divórcio e de violência doméstica… Histórias assim ainda acontecem hoje em dia, isso me choca, me entristece. Mas acho que a nossa história na superserie pode se tornar uma denúncia contra situações assim. É uma possibilidade.

Você se considera feminista?
Claro que sou feminista.

Sophie Charlotte para Bobstore (Foto: Nicole Heiniger/ Divulgação)
Sohpie Charlotte para Bobstore (Foto: Nicole Heiniger/ Divulgação)
Vogue
Compartilhe

Deixe um comentário