Ouvir Rádio: Rádio Senado | Rádio Câmara Fale Conosco

Vídeo: com dancinha, Neymar pede voto para Bolsonaro

0

Neymar faz 22, número de Bolsonaro, com os dedos

Neymar faz 22, número de Bolsonaro, com os dedos

TIKTOK/REPRODUÇÃO – 29.9.2022

Com direito a dancinha, o jogador Neymar Júnior pediu, em um vídeo, voto para a reeleição de Jair Bolsonaro (PL). Na gravação, publicada no Tiktok, o atleta faz 22 com os dedos — número do atual presidente da República nas urnas.

A música ao fundo diz “vota, vota e confirma: 22 é Bolsonaro”. Assista ao vídeo:

O material foi republicado pelo senador Flávio Bolsonaro (PL), filho do presidente, no Twitter.

Nessa quarta-feira (28), Neymar havia publicado um vídeo com uma mensagem para o chefe do Executivo federal, para Tarcísio de Freitas (Republicanos) e para a primeira dama Michele Bolsonaro. O jogador do Paris Saint-Germain lamentou por não ter comparecido à visita deles ao Instituto Neymar Jr., em Santos (SP), mas disse que estará por lá em uma próxima ocasião.

Boslonaro já criticou questão do Enem sobre salário de Neymar

undefined

Em 2021, Jair Bolsonaro criticou uma questão do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) que falava sobre as desigualdades salariais entre Neymar Júnior e Marta Vieira no futebol. Em conversa com apoiadores no Palácio da Alvorada, Bolsonaro classificou a questão como “ridícula”.

“O banco de questões do Enem não é do meu governo ainda, é dos governos anteriores. Têm questões ali ridículas, ainda. Ridículas, tratando do assunto. Comparando mulher jogando futebol, mulher e homem, por que que a Marta ganha menos que o Neymar”, disse o presidente da República.

Defendeu Neymar em polêmica sobre estupro

Em 2019, Bolsonaro saiu em defesa de Neymar Júnior durante uma entrevista coletiva no lançamento do Projeto Juntos Pelo Araguaia, em Aragarças (GO), quando o jogador era suspeito de cometer estupro contra uma modelo.

“Espero dar um abraço em Neymar antes do jogo. Ele é um garoto. Está em um momento difícil, mas eu acredito nele”, afirmou o presidente. O jogador acabou sendo inocentado no caso.

Compartilhe

Deixe um comentário