Ouvir Rádio: Rádio Senado / Universitária FM 107.9 Fale Conosco

Saiba para que servem as faixas verdes que estão sendo pintadas em esquinas e vias de Fortaleza

0

Faixa verde nas ruas chama a atenção em Fortaleza.

Faixas pintadas de verde estão sendo percebidas no trânsito de Fortaleza nas últimas semanas. Pintadas em cruzamentos entre avenidas e ruas e também na extensão das vias, as “faixas verdes”, como estão sendo chamadas, servem para impedir que motoristas estacionem em esquinas e também como medida de segurança para pedestres.

As ações são fruto de parceria entre a Autarquia Municipal de Trânsito (AMC) e a Iniciativa Bloomberg de Segurança Viária Global e tem como objetivo reduzir o número de acidentes de trânsito com vítima.

As intervenções em esquinas são, majoritariamente, para impedir que motoristas estacionem em esquinas e fazem parte do projeto Esquina Segura, criado em março de 2017 pela Prefeitura de Fortaleza e que atuou em 244 pontos da capital cearense. Desde a criação, o programa conseguiu reduzir em 61% o número de acidentes, de acordo com a prefeitura.

Estacionar ou trafegar sobre as faixas verdes é infração grave, resultando em cinco pontos na carteira de habilitação e multa de R$ 195,23.

Objetivo das faixas verdes é dar mais segurança aos pedestres, afirma AMC — Foto: Helene Santos/G1Objetivo das faixas verdes é dar mais segurança aos pedestres, afirma AMC — Foto: Helene Santos/G1

Objetivo das faixas verdes é dar mais segurança aos pedestres, afirma AMC — Foto: Helene Santos/G1

Além dos cruzamentos, as pinturas também são feitas na extensão de ruas, para dar mais segurança segurança ao pedestres e também ao longo de calçadas, funcionando como uma extensão do pavimento.

“Nós estamos chamando esse projeto de Esquina Segura 2.0. Ele tem os mesmos objetivos que o original, que é renovar sinalizações em esquinas que estavam registrando altos índices de acidente. A gente também consegue estender a calçada e dar um espaço maior para o pedestre e diminuir o tempo de travessia e exposição dele na rua”, afirma Beatriz Rodrigues, urbanista da Bloomberg.

Estas práticas são apoiadas pelo Código de Trânsito Brasileiro (CTB) de acordo com Beatriz Rodrigues. “O CTB permite que isso seja feito a partir do momento que o passeio, o espaço para o pedestre, pode físico e ou de sinalização”, aponta. As intervenções são realidade de outras cidades no Brasil, como São Paulo.

Sete locais já contam com extensões de calçada. Cinco são incorporadas ao Esquina Segura e duas são de extensão de calçada para melhorar a passagem de pedestres nos locais, que era estreita. As faixas estão nas seguintes vias:

Na extensão da rua, ampliando espaço para travessia:

  • Avenida Pasteur (próximo à Avenida Leste-Oeste)
  • Rua Delmiro de Farias (próxima a rua Capitão Francisco Pedro)

Em cruzamentos:

  • Avenida Cônego de Castro com Rua Delta
  • Rua Dinamarca
  • Rua Barbosa de Freitas com Rua Marcos Macedo
  • Rua Oswaldo Cruz com Rua Maria Tomásia
  • Rua Monsenhor Catão com Marcos Macêdo

Trafegar sobre áreas verdes no asfalto gera multa de R$ 880 — Foto: Helene Santos/G1Trafegar sobre áreas verdes no asfalto gera multa de R$ 880 — Foto: Helene Santos/G1

G1 CE
Compartilhe

Deixe um comentário