Ouvir Rádio: Rádio Senado Fale Conosco

Presidente parabeniza atletas que participaram do Pan-Americano

0
Brasil fez a melhor campanha da história dos jogos e trouxe 171 medalhas para o país

Presidente parabeniza atletas que participaram do Pan-Americano em Lima

Caio Bonfim, da Força Aérea Brasileira (FAB), medalha de prata na marcha atlética Foto: Abelardo Mendes Jr/ rededoesporte.gov.br

O Presidente da República, Jair Bolsonaro, parabenizou os atletas brasileiros que participaram da última edição dos Jogos Pan-Americanos realizados em Lima, no Peru. O Brasil conquistou 171 medalhas, melhor campanha do país na história dos jogos. Foram 55 medalhas de ouro, 45 de prata e 71 de bronze. O time brasileiro contou com 485 atletas em 22 modalidades.

Presidente parabeniza atletas

 

Forças Armadas

Os militares atletas das Forças Armadas conquistaram 54,39% do total de medalhas alcançado pela delegação brasileira. Dos 485 atletas, 138 são integrantes do Programa Atletas de Alto Rendimento (PAAR) das Forças Armadas. Destes, 93 subiram ao pódio na capital peruana. Foram 33 ouros, 29 pratas e 31 bronzes. Desse total, 82 atletas acumulam o Bolsa Atleta e o PAAR.

Rafaela dos Santos, da Marinha, medalhista de ouro no judô e Keno Marley, do Exército, conquista a prata no boxe Foto: Pedro Ramos/ rededoesporte.gov.br

O programa foi criado em 2008, numa parceria da Defesa com o então Ministério do Esporte. O conceito é fortalecer a equipe militar brasileira em eventos esportivos de alto nível. O alistamento é feito de forma voluntária, por meio de edital público. O processo de seleção leva em conta os resultados dos atletas em competições nacionais e internacionais. Dessa forma, as medalhas conquistadas ao longo da carreira de cada atleta se transformam em pontuações nos concursos para preenchimento das vagas. Atualmente, há 589 militares no PAAR.

Para os atletas militares, o Pan foi uma competição importante de preparação para a principal competição do ano: os Jogos Mundiais Militares, que serão disputados de 18 a 28 de outubro em Wuhan, na China.

Bolsa-Atleta

Dos 485 integrantes da delegação brasileira, 333 são bolsistas. Como parte das ações dos 100 primeiros dias do novo governo, houve um aporte de R$ 70 milhões ao programa e foi publicada, em 11 de abril, uma lista com 3.142 novos contemplados.

O impacto do Bolsa Atleta também pode ser medido também num quadro de medalhas separado, hipotético (foto). A “Nação Bolsa Atleta” alcançaria o terceiro lugar no quadro de medalhas, com 43 ouros, 37 pratas e 61 bronzes. O investimento nos atletas que conquistaram medalha é de R$ 9,5 milhões.

O resultado consolida o Bolsa Atleta como o principal patrocinador individual para atletas do mundo. Desde 2005, já foram concedidas mais de 63,3 mil bolsas para 26,5 mil esportistas de todo o país. O investimento supera a marca de R$ 1,1 bilhão no período.

Quadro de Medalhas

 

* Com informações do Ministério da Defesa e da Rede Nacional do Esporte 

Compartilhe

Deixe um comentário