Ouvir Rádio: Rádio Senado | Rádio Câmara Fale Conosco

Anvisa acaba com exigência de máscaras em aviões e aeroportos

0

Recomendação é para que pessoas vulneráveis ou com sintomas gripais mantenham uso da proteção

A Diretoria Colegiada da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) decidiu por unanimidade, nesta quarta-feira (17), suspender a obrigatoriedade do uso de máscara em aviões e aeroportos, uma medida que estava em vigor desde o começo de 2020, como forma de diminuir a disseminação da Covid-19

A medida passa a valer quando a decisão for publicada no Diário Oficial da União. O relator do processo, o diretor Alex Machado Campos, pediu ao diretor-presidente da Anvisa para que isso ocorra ainda hoje.

https://341758eb8d9de3cf73ab9ffc2f9f15e2.safeframe.googlesyndication.com/safeframe/1-0-38/html/container.html

“O uso de máscaras deixa de ser obrigatório como uma medida de proteção da saúde coletiva e passa a ter lugar como importante medida de proteção à saúde individual”, disse.

A agência continua recomendando o uso da proteção por pessoas “vulneráveis ou com sintomas gripais”.

Para o relator, “não há questionamento quanto à proteção conferida pelo uso de máscaras faciais e distanciamento físico na disseminação da Covid-19”.

https://341758eb8d9de3cf73ab9ffc2f9f15e2.safeframe.googlesyndication.com/safeframe/1-0-38/html/container.html
VEJA TAMBÉM

Entretanto, ele argumentou que, “considerando o atual cenário epidemiológico e o avanço da cobertura vacinal, entende-se que o momento permite uma flexibilização da obrigatoriedade do uso de máscaras faciais nas aeronaves e ‘lado ar’ [áreas de embarque e desembarque] dos aeroportos, propiciando maior conforto aos viajantes”.

O esquema de embarque e desembarque organizado por fileiras durante a pandemia para evitar aglomerações foi elogiado pelo relator, que acrescentou que este deve ser “um legado” da pandemia. 

Compartilhe

Deixe um comentário