Ouvir Rádio: Rádio Senado Fale Conosco

Banco do Brasil possui linha de crédito para financiamento exclusivo de itens para pessoas com deficiência

0
Banco do Brasil possui linha de crédito para financiamento exclusivo de itens para pessoas com deficiência

– Foto: EBC

Garantir a acessibilidade de pessoas com deficiência, muitas vezes, requer a compra de aparelhos, adaptação em veículos e até reformas em casa. Para tornar isso possível, o Banco do Brasil possui uma linha de crédito com juros baixos para pessoas com renda de até 10 salários mínimos. A linha Crédito Acessibilidade financiou no ano passado cerca de 10.405 itens de tecnologia assistiva, como próteses, aparelhos auditivos e cadeiras de rodas. De janeiro a dezembro de 2019, foram desembolsados cerca de R$ 100,5 milhões. O valor indica crescimento de 33,76% sobre o mesmo período de 2018.

O BB Crédito Acessibilidade possibilita a aquisição de bens e serviços relacionados na Portaria Interministerial nº 604, que contribuem com o bem-estar e a promoção de maior inclusão social das pessoas com deficiência. Integram a lista mais de 300 itens, como projetos arquitetônicos, reforma e material de construção, com o objetivo de adaptação de imóvel residencial para pessoas com deficiência e serviços de adaptação de veículos, dentre outros. As taxas vão de 0,41% a 0,45% ao mês.

“Para quem ganha até 5 salários mínimos, essa linha disponibiliza uma taxa mensal de 0,41% ao mês e com 60 parcelas e quem ganha até 10 salário mínimos essa taxa vai 0,45%. São mais de 300 itens na lista que vai de adaptação de rampas, projetos para acessibilidade, camas hospitalares”, explicou o superintendente de Setor Público do Banco do Brasil, José Aparecido de Oliveira.

O estudando Juan Vitor de Silva Oliveira, de 16 anos, está aprendendo a tocar teclado, atividade que só foi possível depois que ele conseguiu um aparelho de audição. “Eu consegui perceber essa diferença de audição. Eu fiquei muito feliz e hoje, graças a Deus, eu posso dizer que tem mudado minha vida”, disse o estudante. A vigilante Berenice Lacerda recorreu ao Banco do Brasil para financiar o aparelho auditivo do filho Juan. “Muito fácil, foi em torno de 1 hora. Com esse crédito se torna mais fácil para pessoa adquirir (o aparelho auditivo)”, explicou Berenice.

De acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), 6,7% da população brasileira possui algum tipo de deficiência. Para 2020, o Banco do Brasil tem a intenção de incrementar o volume de financiamento para esse público e, com isso, apoiar as políticas públicas de inserção das pessoas com deficiência.

 

Com informações do Banco do Brasil e Voz do Brasil

Compartilhe

Deixe um comentário