Ouvir Rádio: Rádio Senado | Rádio Câmara Fale Conosco

Cão farejador acha mais de 1 tonelada de cocaína em depósito subterrâneo no Ceará; vídeo

0

Três homens suspeitos de envolvimento com a droga foram presos.

00:00/02:50

Cão farejador localizada 1 tonelada de cocaína escondida em depósito subterrâneo em Chaval

Um vídeo divulgado pela Polícia Civil mostra o momento em que um cão farejador da PM localiza um túnel subterrâneo camuflado na mata que armazenava mais de uma tonelada de cocaína, em um sítio na cidade de Chaval, no norte do Ceará, nesta quarta-feira (8).

Ao todo, 1.074 kg da droga foram apreendidos durante uma operação conjunta entre a Polícia Federal e Secretaria de Segurança Pública. Três pessoas foram presas após a droga ser localizada pela polícia com o auxílio do animal.

LEIA TAMBÉM:

Cão farejador encontra mais de uma tonelada de drogas em depósito subterrâneo em Chaval, no interior do Ceará — Foto: SSPDS/Divulgação

Cão farejador encontra mais de uma tonelada de drogas em depósito subterrâneo em Chaval, no interior do Ceará — Foto: SSPDS/Divulgação

Conforme o delegado Nelson Pimentel, da Coordenadoria de Inteligência da Polícia Civil, o sítio já era monitorado pela polícia por suspeita de ser usado por um grupo criminoso que atuava na zona rural do município.

“No primeiro momento não encontramos o ilícito, acionamos a nossa companhia de cão da Polícia Militar, que após uma hora de intensa busca no local conseguiu identificar uma escotilha, que representa um depósito subterrâneo onde os envólucros se encontravam armazenados”, relata Nelson Pimentel.

Droga trazida por embarcações

Mais de mil quilos de cocaína são apreendidos em Chaval, no Ceará. — Foto: SSPDS/Reprodução

Mais de mil quilos de cocaína são apreendidos em Chaval, no Ceará. — Foto: SSPDS/Reprodução

A apreensão aconteceu após levantamentos feitos pela Coordenadoria de Inteligência e apoio operacional da Polícia Militar e da Coordenadoria Integrada de Operações Aéreas. As investigações sobre o caso duraram cerca de um mês.

“Observamos que chegavam pequenas embarcações trazendo envólucros, que inicialmente não sabíamos sobre o que se tratavam. Na madrugada do dia 7 para o dia 8 de dezembro verificamos que chegou uma quantidade significativa de envólucros. Resolvemos, de forma integrada com a Polícia Federal, realiza o acompanhamento do destino desse carregamento e realizar a abordagem. Assim fizemos”, afirma Nelson Pimentel.

Segundo o delegado da Polícia Federal, Alan Robson, chefe da Delegacia da Repressão e Combate ao Crime Organizado, os suspeitos presos se encontram a disposição da Justiça.

“As investigações estão em andamento e temos 30 dias para as conclusões desse trabalho, para avaliar a participação desses três presos e para identificar outros partícipes”, disse Alan Robson.

Investigação da integrada da Polícia Federal, Polícia Civil e Militar, identificaram o local onde a droga era escondida. — Foto: Polícia Civil/ Divulgação

Investigação da integrada da Polícia Federal, Polícia Civil e Militar, identificaram o local onde a droga era escondida. — Foto: Polícia Civil/ Divulgação

G1 CE

Compartilhe

Deixe um comentário