Ouvir Rádio: Rádio Senado | Rádio Câmara Fale Conosco

CE é o estado que mais transplantou órgãos no Norte, NE e Centro-Oeste

0

O Ceará foi o estado brasileiro com o 6º maior número de transplantes realizados em 2016 e o primeiro entre os estados das regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste, de acordo com Registro Brasileiro de Transplantes (RBT 2016) divulgado nesta sexta-feira (10) pela Associação Brasileira de Transplantes de Órgãos (ABTO).

Em 2016, o Ceará estabeleceu novo recorde, com a realização de 1.874 transplantes, 31% a mais que os 1.430 de 2015. Considerando somente os órgãos sólidos (pâncreas, pulmão, coração, fígado e rim), com 491 transplantes em 2016, o estado realizou 55,1 transplantes por milhão da população (pmp), atrás do Distrito Federal (79,2), Paraná (74,2), Rio Grande do Sul (67,4), São Paulo (65,5) e Santa Catarina (60,4).

O Ceará fez 1.267 transplantes de córnea, o recordista no estado. São Paulo foi o estado que mais realizou transplantes, no total de 4.776 procedimentos. Proporcionalmente, o Distrito Federal ficou em primeiro lugar, com 155,4 transplantes pmp, seguido do Ceará, com 142,3.

De acordo com a Secretaria da Saúde do Ceará, o estado zerou a fila de espera de transplantes de córnea, depois de 34 anos realizando esse procedimento, iniciado em 1982. “Fila zero” de córnea é uma meta estabelecida pela ABTO e indica a situação em que o paciente que precisa de um transplante não necessita esperar pelo tecido porque ele já está disponível para a cirurgia. Conforme o RBT, em dezembro o Ceará tinha 33 pacientes aguardando transplante de córnea.

O estado do Ceará também foi destaque nacional em transplantes de fígado e coração. Nos transplantes hepáticos, realizou 21,9 transplantes pmp, atrás do Distrito Federal (26,1) e Santa Catarina (22,1). Nos transplantes cardíacos foram 3,6 pmp, depois do Distrito Federal (14,8) e Pernambuco (4,1).

G1

Compartilhe

Deixe um comentário