Ouvir Rádio: Rádio Senado Fale Conosco

CNH Popular: 98,21% das vagas já foram preenchidas; inscrições ainda estão abertas

0

Equipes do Detran começam a se deslocar na próxima semana para os municípios do interior para realizar os exames e cadastrar os aprovados nas autoescolas, segundo o superintendente, Maximiliano Quintino.

O programa CNH Popular, que concede habilitação gratuita no Ceará, já está com 98,21% das 25 mil vagas preenchidas, mas as inscrições ainda estão abertas, de acordo com o superintendente do Detran, Maximiliano César Pedrosa Quintino de Medeiros. A informação foi dada em live com o governador Camilo Santana (PT) na manhã desta terça-feira (19). O site de inscrição da CNH Popular apresentou instabilidade durante os primeiros dias de inscrição, mas foi normalizado.

“No início nós tivemos uma procura muito grande e nosso sistema passou por algumas instabilidades, mas ele foi normalizado, tanto que hoje temos 98,21% das vagas preenchidas. As inscrições estão nesse patamar, então nós temos pouquíssimas vagas”, afirmou Maximiliano.

O superintendente disse ainda que já na próxima semana o Detran vai enviar equipes para os municípios do interior do estado para que sejam realizados os primeiros procedimentos, como exames médicos, por exemplo.

“Nós estamos iniciando as primeiras comissões de avaliação das inscrições a partir do dia 28 de outubro. Vamos começar a mandar equipes para o interior para realizar os exames médicos e fazer a ligação das pessoas que tiveram o cadastro aprovado com as autoescolas que vão atendê-las”, completou.

Durante a live, o governador Camilo Santana ressaltou a importância do programa e anunciou que vai abrir novas vagas em breve.

“Muitas profissões exigem carteira de motorista, por isso é fundamental colocar esse programa como prioridade. Vamos lançar outros pacotes de carteira popular ainda em nosso governo”, disse.

25 mil beneficiados

Ao todo serão 25 mil habilitações ofertadas nos municípios cearenses em 2021 e 2022. São 20 mil carteiras para o interior e outras 5 mil para Fortaleza. O link para inscrição está disponível no site do DetranLeia mais abaixo como é feito o cadastramento.

Os critérios de participação dos municípios são os seguintes:

  • Número de habitantes;
  • O município tem que possuir sua própria autarquia de trânsito ou ter processo/pedido aberto de municipalização do trânsito local;
  • Número de habitantes x número de veículos registrados;

Quem pode participar do programa:

  • Pessoas com deficiência;
  • Beneficiários do Programa Bolsa Família;
  • Pessoas Egressas do Sistema Penitenciário;

Como se cadastrar

Ir ao site do Detran (www.detran.ce.gov.br), depois clicar em “habilitação” e em “CNH popular”. Escolher a forma de acesso (primeira habilitação); informar seu CPF, em seguida confirmar. Depois, aparece um formulário que pedirá dados como contato e profissão.

Depois, é preciso anexar os documentos (comprovante de residência, identidade, NIS, CPF). Importante deixar o contato como telefone ou e-mail.

Após confirmado o cadastro pelo interessado, uma comissão vai analisar o pedido, e a pessoa pode acompanhar o status de seu pedido pelo próprio site.

O interessado vai receber informações sobre a situação do seu cadastro pelo seu e-mail e também no site do Detran. Nele haverá a situação do cadastro com uma tela de acompanhamento.

É importante que os candidatos estejam atentos a tentativas de fraude. Para realizar um processo seguro, os interessados devem se inscrever somente através do site oficial do Detran-CE. O órgão destaca que não encaminha e-mail e nenhum tipo de link através de redes sociais ou aplicativos de mensagens, como WhatsApp.

Atenção no momento da inscrição

  • As inscrições ocorrem apenas no site do Detran
  • As inscrições não acontecem pelo WhatsApp ou outras mensagens pelo aparelho celular
  • Só confiar em informações dos canais oficiais do Governo do Estado e do Detran
  • O cidadão não precisa informar a cidade que vai participar, quando ele informar o CEP, a cidade já é indicada.

Criado em 2009, o programa possibilita o acesso das pessoas de baixo poder aquisitivo, gratuitamente, à obtenção da primeira CNH nas categorias A (moto) ou B (automóvel). Desde a criação do programa, 139 mil pessoas foram habilitadas por meio da iniciativa.

Quem se habilita na categoria A recebe um capacete, garantido através da Lei nº 15.931 de dezembro de 2015, e que atende às exigências legais vigentes.

G1 CE

Compartilhe

Deixe um comentário