Ouvir Rádio: Rádio Senado Fale Conosco

Com “voto de minerva”, Cade aprova compra de siderúrgica na Caucaia pela Gerdau

0

Equipe Focus
focus@focus.jor.br

O plenário do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) aprovou a compra da Siderúrgica Latino-Americana (Silat) pela Gerdau por 4 votos a 3. A unidade está localizada na Caucaia.

O negócio, que havia ocorrido em novembro no valor de US$ 110,8 milhões, foi aprovado pela área técnica do órgão há pouco mais de três meses.

Desta vez, ao ser julgado no plenário, o presidente Alexandre de Barreira confirmou o deferimento da transação.

Para a maioria dos votantes, a compra da Silat pela Gerdau não vai resultar em danos à competição no mercado de vergalhões no Nordeste.

Operação

A Gerdau deterá 96,3% das ações da unidade localizada no município de Caucaia. A Silat pertencia ao grupo espanhol Hierros Añón. Os outros 3,65% ficam sob responsabilidade da Agência de Desenvolvimento Econômico do Estado do Ceará (Adece).

Antes da pandemia da COVID1-9, a Silat possuía 233 empregados, entre próprios e terceiros, e tem uma capacidade instalada anual de laminação de 600 mil toneladas e uma planta de ampliados com capacidade anual de 100 mil toneladas.

Para a Gerdau, a compra é estratégica. A companhia observa o mercado como promissor, especialmente o interno. “Essa aquisição faz parte da nossa estratégia de servir cada vez melhor nossos clientes. A Gerdau já possui uma importante operação no Estado do Ceará, o que possibilitará ganhos e sinergias com a operação da Silat. Continuamos acreditando na retomada do mercado interno e essa aquisição reforça o nosso otimismo com a economia brasileira”, disse Gustavo Werneck, CEO da Gerdau.

Compartilhe

Deixe um comentário