Ouvir Rádio: Rádio Senado | Rádio Câmara Fale Conosco

Contas externas registram recorde histórico para maio

0

Com a estabilização da economia, o País se tornou mais forte no cenário externo e reduziu o rombo em suas relações de troca. Segundo o Banco Central, o saldo positivo nas transações correntes foi de US$ 2,884 bilhões em maio, o maior para o mês desde 1995.

Esse resultado revela que o Brasil vendeu mais para o exterior do que comprou e que essa disparidade vem diminuindo conforme o processo de reformas econômicas avança. Nos últimos 12 meses, segundo o Banco Central, o déficit nas contas externas saiu de 1,06% para 0,96% em relação ao Produto Interno Bruto (PIB).

No mês, o resultado mostra a retomada do comércio externo do Brasil, uma vez que os números foram bastante impactados pelo bom desempenho da balança comercial. Neste ano, a expectativa é de que o saldo comercial some US$ 54 bilhões. Em maio, a balança comercial atingiu US$ 7,419 bilhões, o maior da história para todos os meses, de acordo com os dados do Banco Central.

No acumulado do ano, o Brasil continuou a reduzir o déficit no saldo de transações correntes. De janeiro a maio, o saldo negativo foi de US$ 616 milhões, enquanto no mesmo período do ano passado o resultado havia sido de US$ 5,998 bilhões.

Atratividade

Diante desse cenário, o Brasil voltou a despertar interesse dos investidores estrangeiros. De janeiro a maio, o ingresso de investimentos somou US$ 32,456 bilhões, valor 8,4% maior que o registrado no mesmo período do ano passado.

Com a melhora no ambiente econômico, os brasileiros voltaram a ter interesse em viajar ao exterior. Em maio, a despesa de brasileiros no exterior cresceu 34,4% em comparação ao mesmo período do ano passado, somando US$ 1,496 bilhão. Esse é o maior número para o mês desde 2014.

Fonte: Portal Brasil, com informações do Banco Central

Compartilhe

Deixe um comentário