Ouvir Rádio: Rádio Senado | Rádio Câmara Fale Conosco

CSPECÉM-Em São Gonçalo do Amarante/Mercado do aço: oportunidades e desafios na cadeia do setor

0

A geração de empregos é o destaque da série Mercado do aço. Conforme dados do Instituto Aço Brasil (IABr), o país tem atualmente 105.476 pessoas trabalhando na cadeia produtiva da siderurgia. Nossa empresa, por exemplo, é responsável por mais de 17 mil oportunidades diretas, indiretas e terceirizadas de trabalho no Ceará.

O setor, que chega a faturar R$ 66 bilhões por ano e gera R$ 13,3 bilhões em impostos, tem um efeito multiplicador de 23,57 em setores impactados pelo negócio, segundo levantamento da Fundação Getúlio Vargas (FGV). Numa análise mais ampla, o aço responde por 4% do Produto Interno Bruto (PIB) – a soma de todas as riquezas produzidas – do Brasil.

Apesar de sua força, o setor enfrenta desafios devido à crise econômica nacional. De janeiro de 2014 a dezembro de 2016, 78 unidades foram fechadas e 46.788 trabalhadores demitidos. Os investimentos adiados chegam a R$ 3,2 bilhões. Outro número que dá a dimensão da crise: o parque siderúrgico nacional opera atualmente com 63% da capacidade instalada, quando o ideal seria acima dos 80%.

 Raio X do setor no Brasil

105.476 empregos no país

17 mil empregos diretos, terceirizados e indiretos na CSP

R$ 66 bilhões de faturamento por ano

R$ 13,3 bilhões anuais em impostos

4% de participação no PIB

Fontes: IABr e FGV

Compartilhe

Deixe um comentário