Ouvir Rádio: Rádio Senado / Universitária FM 107.9 Fale Conosco

Evandro Leitão e Capitão Wagner protagonizam bate-boca no plenário

0

Da Redação
focus@focus.jor.br

Bate-boca na Assembleia: o líder do Governo, Evandro Leitão (PDT), e o deputado estadual Capitão Wagner (Pros) entraram em conflito verbal por causa da CPI do Narcotráfico, que foi aprovada pela Casa em 2015 e jamais instalada.

Segundo o Diário do Nordeste, a confusão começou quando Wagner rebateu discurso de Evandro que havia dito confiar na PM para a redução dos assassinatos. “Quem está dizendo que confia, não teve a coragem de pedir a abertura da CPI”, reclamou o Capitão.

“Deixe de coisa, rapaz! Você me respeite. Você está pensando o quê, rapaz?! Você que é frouxo”, disse Evandro no microfone. “Eu sou? Pois vamos assinar a abertura da CPI”, rebateu Wagner. A confusão durou mais alguns segundos com Evandro usando o termo “frouxo” e o Capitão rebatendo com “a mocinha criou coragem?”.

A sessão foi encerrada, mas os dois ainda continuaram ainda continuaram trocando agressões. Tensão pré-eleitoral e crise na segurança pública tornam o clima azedo no Parlamento.

Em 15 de fevereiro passado, Leitão afirmou em plenário que não defendia a instalação da CPI por temer pela segurança sua e a da família. “É muito fácil estar se cobrando nesta Casa a CPI do narcotráfico. Eu botar minha assinatura, não boto, não. Eu tenho três filhos para criar, eu tenho um neto, eu não ando com segurança 24 horas do meu lado. Querer jogar a população contra essa Casa não é justo, se quer fazer uma CPI, quem desejar pôr seu nome nessa comissão, que assim o faça”.

Compartilhe

Deixe um comentário