Ouvir Rádio: Rádio Senado | Rádio Câmara Fale Conosco

“Expectativa de entrega para 2026”, diz reitor da UFC sobre hospital universitário e laboratórios no antigo aquário

0

 

 

O reitor da Universidade Federal do Ceará (UFC), Custódio Almeida, compartilhou que o hospital localizado no campus de Porangabussu e o Acquario Ceará, que contará com o Instituto de Ciências do Mar, além do novo Centro Tecnológico de Ciências Naturais, estão programados para serem entregues em algum momento de 2026.

Durante uma conversa exclusiva com o Focus, o reitor recordou a origem do hospital, destacando que foi uma doação judicial. Conhecido como Hospital do Coração, de natureza privada, a construção foi interrompida em 2015, “após a conclusão de 10 andares de um lado e 5 do outro”.

Depois de uma negociação com o instituto proprietário do hospital, ficou acordada a doação para a UFC, com o objetivo de resolver o impasse judicial em curso. “Posterior a aceitação do Ministério da Educação (MEC), foi possível formalizar a recepção da doação, assegurando previamente a decisão. Logo, a partir disso, este hospital encontra-se como uma obra inacabada da UFC, integrando agora nosso patrimônio”, explicou.

“As obras estão programados para serem entregues para uso e ocupação até 2026, em algum mês que não sei qual. Os recursos estão garantidos, não enfrentamos mais problemas nesse aspecto. Meu objetivo é realizar a melhor gestão possível para garantir a entrega dentro do prazo estipulado”, detalhou o reitor.

“Uma das dificuldades é fazer com que as pessoas compreendam que os recursos vêm do Congresso Nacional, através de uma fonte que aproveita o que a universidade já possui. Grandes investimentos, como o aquário e o hospital, não estão incluídos na Lei Orçamentária Anual, mas sim no Programa de Aceleração de Desenvolvimento. Portanto, não é correto afirmar que a UFC não tem recursos para instalar ar condicionado, por exemplo, e ao mesmo tempo construir um hospital. São fontes de financiamento distintas”, continuou Custódio.

“Estamos contemplados neste programa de aceleração, e os recursos estão disponíveis. O desafio agora é nosso. Não estamos à espera de repasses. Assim que os processos forem concluídos e as empresas forem selecionadas, teremos um prazo definido para execução. Durante minha gestão, meu compromisso é com a entrega desses projetos”, prometeu.

FOCUS.JOR

Compartilhe

Deixe um comentário