Florence perde força e agora é ‘tempestade tropical’

0

Resumo

  • Florence está na Carolina do Norte, perdeu força e, agora, é considerado uma ‘tempestade tropical’.
  • Tempestade causa destruição, alagamentos e provoca blecautes.
  • Houve ordem de retirada para mais de 1,7 milhão de moradores da costa.
  • Efeitos da chuva devem durar entre 24 horas e 36 horas, diz agência de emergências.
  • De acordo com agências de notícias, 11 pessoas morreram por conta do furacão. Entre elas, um bebê.

Acompanhe

Equipes de energia trabalham para restaurar a eletricidade após furacão Florence

Equipes de energia trabalham para restaurar a eletricidade após furacão Florence (Foto: Tom Copeland/AP)

Por telefone, as autoridades da Carolina do Norte atualizaram o presidente dos EUA, Donald Trump, e o vice-presidente Mike Pence sobre os impactos de Florence.

De acordo com autoridades locais, o número de mortos subiu para 11.

Mais pessoas esperam na fila para encher galões com gasolina em um posto em River Bend, no estado da Carolina do Norte, Estados Unidos

Mais pessoas esperam na fila para encher galões com gasolina em um posto em River Bend, no estado da Carolina do Norte, Estados Unidos (Foto: Robert Willett/AP)

O secretário do Departamento de Transportes da Carolina do Norte, Jim Trogdon, alertou aos viajantes de fora do estado que evitem dirigir pelas estradas da Carolina do Norte, já que grande parte do estado ainda está lidando com a enchente causada pelo furacão.

“Isso é o que precisamos fazer hoje para garantir que os motoristas estejam seguros na Carolina do Norte”, disse Trogdon em entrevista coletiva neste sábado (15).

Segundo a rede de TV americana CNN, a cidade New Bern, na Carolina do Norte, concluiu a operação de resgate pela água.

Após o furacão, filas de carros se formam para abastecer em um posto de gasolina com gerador

Após o furacão, filas de carros se formam para abastecer em um posto de gasolina com gerador (Foto: Tom Copeland/AP Photo)

Em coletiva de imprensa realizada neste sábado (15), o governador da Carolina do Norte, Ray Cooper, informou que todas as estradas do estado correm o risco de inundações.

“As equipes de resgate estão alcançando áreas inundadas de barco e ar, levando centenas de pessoas para a segurança”, disse.

Compartilhe

Deixe um comentário