Ouvir Rádio: Rádio Senado Fale Conosco

Fortaleza sofre aumento de 13,9% nos casos confirmados de Covid-19, mostra boletim da Sesa

0

A cidade de Fortaleza teve um aumento de 13,9% de casos confirmados da Covid-19 em sete dias, mostra o boletim de epidemiologia da Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa), divulgado nesta sexta-feira (30). Em toda a Área Descentralizada de Saúde (ADS) de Fortaleza, que inclui a capital e os municípios de Aquiraz, Eusébio e Itaitinga, o aumento foi de 15,4%.

Desde o início de outubro, o boletim semanal da Secretaria da Saúde vem apontando uma maior circulação viral da Covid-19 na capital e municípios vizinhos.

O titular da Sesa, Carlos Roberto Martins Rodrigues Sobrinho, o Dr. Cabeto, afirmou que o aumento de casos de Covid-19 em regiões de Fortaleza, principalmente nas áreas vizinhas ao Bairro Meireles, pode representar “microssurtos” da doença. Todavia, o secretário não confirma uma segunda onda da doença no momento.

Também houve aumento significativo de casos na Área Descentralizada de Saúde (ADS) de Maracanaú (37,7%), passando de 114 para 157 casos confirmados entre os dias 4 e 17 de outubro. Outros crescimentos nos números de casos ocorreram nas áreas de Caucaia (3,4%, passando de 88 para 91) e Aracati (83%, passando de 12 para 13).

Na Região de Saúde de Fortaleza, que compreende uma área ainda maior (44 municípios) foram 1.052 novos casos e 10 óbitos confirmados na última semana, informou o boletim da Sesa.

De acordo com o boletim, o interior do estado apresentou redução de casos e óbitos pela Covid-19, com -29,5% e -17,2%, respectivamente.

O levantamento também revela que, dos dias 1º a 15 de outubro, o estado registrou uma redução de 35% na média de casos confirmados. E uma redução diária na média de óbitos (-45,0%), no mesmo período. Porém, este cenário não é homogêneo entre as regiões de saúde, aponta o boletim.

183 municípios registram mortes

Com relação aos óbitos pela doença no Ceará, 183 municípios do Ceará (99,4%) confirmaram mortes em decorrência da Covid-19, sem acréscimos em relação ao último boletim semanal. Apenas o município de Antonina do Norte não registra óbitos pela doença.

A taxa de mortalidade da enfermidade no estado passou de 102,0 para 102,7 óbitos por 100 mil habitantes, em sete dias.

Considerando o local do óbito, 471 ocorreram no domicílio da pessoa infectada.

As Áreas Descentralizada de Saúde (ADS) de Aracati, Caucaia, Brejo Santo e Iguatu não registaram óbitos na última semana.

Exames

Há uma redução na positividade de exames em quase todas as Regiões de Saúde do Ceará, exceto na Região de Saúde de Fortaleza onde, entre os dias 18 e 24 de outubro, foram realizados 6.330 exames, e destes, 786 positivos (12,4%) deram positivo para Covid-19.

Nova rodada de testes em Fortaleza

A Secretaria da Saúde anunciou nesta sexta-feira (30) que fará uma nova rodada de testes em Fortaleza para apurar quantas pessoas já desenvolveram anticorpos contra a Covid-19 e estimar estimar quantas ainda estão vulneráveis à doença. A ação da secretaria da Saúde ocorrerá de 3 a 13 de novembro e deve testar 3.300 pessoas de 112 bairros da capital cearense.

As três primeiras rodadas ocorreram em junho, julho e setembro, esta última com estudantes matriculados na rede pública e privada da Capital.

Serão realizados exames de swab (cotonete) nasal. Os pesquisadores aplicarão ainda um questionário com informações sobre sexo, idade, escolaridade, condições de saúde e possíveis sintomas recentes.

Conforme a Secretaria da Saúde, os pesquisadores portarão crachá de identificação e utilizarão diversos equipamentos de segurança, como touca, avental, óculos, máscara e luvas.

Quadro da Covid-19 no Ceará

Os casos confirmados de Covid-19 no Ceará chegaram a 273.552 e os óbitos pela doença são 9.337. O número de pessoas recuperadas é de 233.694. Os dados foram extraídos da plataforma IntegraSUS, da Secretaria de Saúde do Ceará (Sesa), atualizada às 10h07 desta sexta-feira (30).

As maiores incidências de casos confirmados, em números proporcionais a 100 mil habitantes, são registradas nas cidades de Acarape (12.887,7), Frecheirinha (5.765,9), Crateús (8.186,6), Groaíras (3.117,5) e Quixelô (6.947,7).

Fortaleza tem os maiores números absolutos: 55.468 diagnósticos positivos e 3.914 óbitos pela enfermidade. A capital registra 2.078 casos por 100 mil habitantes. O Secretário da Saúde do Ceará, Dr. Cabeto, afirmou que o aumento de casos em Fortaleza representa “microssurtos” em algumas regiões, e descartou uma segunda onda da Covid-19 no momento.

Na macrorregião de Saúde de Fortaleza, Maracanaú segue a capital no número de casos, com 7.477 diagnósticos positivos, 254 mortes e incidência de 3.281. Caucaia é a segunda cidade onde mais pessoas morreram pela doença no Estado: 351. Já foram confirmados 6.209 casos e a incidência é de 1.718 na cidade.

Em Maranguape, 5.119 pessoas foram infectadas, 116 não resistiram à doença e a incidência de casos da Covid-19 é de 3.968,9.

Os números apresentados pela Secretaria da Saúde são atualizados permanentemente e fazem referência à disponibilidade dos resultados dos testes para detectar a presença dos vírus, ou seja, não necessariamente correspondem à data da morte ou do início da apresentação dos sintomas pelo paciente.

Retomada

Todas as regiões do Ceará estão na quarta e última fase do plano de retomada da economia. Em novo decreto estadual, publicado no Diário Oficial do Ceará, neste domingo (25), o governo autoriza o retorno das aulas presenciais do 3º ao 8º anos do Ensino Fundamental, com isso, liberando a retomada de todas as turmas do Ensino Fundamental.

Além disso, o documento proíbe o comércio ambulante, em bancas ou estrutura provisória, de bebidas alcoólicas. E, como adiantado pelo governador Camilo Santana no dia 23 de outubro, eventos festivos em ambientes fechados.

Quase 200 pessoas foram multadas por não uso de máscara no Ceará

Quase 200 pessoas foram multadas por não uso de máscara no Ceará

Compartilhe

Deixe um comentário