Ouvir Rádio: Rádio Senado Fale Conosco

Grupo arrecada dinheiro para ajudar pipoqueiro e sorveteiro de escola em Fortaleza durante quarentena

0
Seu Luiz, o sorveteiro, é lembrado com muito carinho por alunos e ex-alunos do colégio. — Foto: Arquivo pessoalSeu Luiz, o sorveteiro, é lembrado com muito carinho por alunos e ex-alunos do colégio. — Foto: Arquivo pessoal

Seu Luiz, o sorveteiro, é lembrado com muito carinho por alunos e ex-alunos do colégio. — Foto: Arquivo pessoal

Nesta semana, uma mãe e ex-aluna do Colégio Nossa Senhora das Graças (CNSG) iniciou uma campanha de solidariedade entre pais, estudantes e ex-alunos para arrecadar dinheiro para o sorveteiro e o pipoqueiro da escola – idosos que ficarão sem trabalhar durante o período sem aulas por causa do coronavírus.

A campanha, iniciada na última quarta-feira (18), buscava arrecadar R$ 200 para cada um deles. Porém, o gesto ganhou adesão e, nesta sexta-feira (20), cerca de R$ 6 mil já haviam sido doados por alunos e ex-alunos do Brasil e até de outros países, como o Canadá.

“Eu pensava até que ia ser coisa pouca e, de repente, foi crescendo, crescendo e tivemos contribuições de outros estados e até do exterior. Então, para entender a importância que realmente eles têm na nossa vida”, pontua Rebeca Avelino, ex-aluna e organizadora da ação.

“Eles fizeram parte da minha infância e hoje fazem parte da infância dos meus filhos”, destaca.

Seu Expedito, pipoqueiro, e Seu Luiz, o sorveteiro, são lembrados com muito carinho. “A vida toda eles ajudaram a gente. Davam um sorvete fiado, pipoca… E hoje em dia eu vejo que eles têm o mesmo carinho e a mesma relação com os meus filhos, e isso se repete em várias pessoas do colégio”, lembra a organizadora da campanha.

Seu Expedito, ao receber a doação, não conteve a emoção.

“Um beijo para todo mundo que foi legal para mim. Eu não posso, mas Deus pode pagar para vocês o dobro. Deus abençoe vocês”, disse, em agradecimento.

Corrente de carinho

Para a ex-aluna e professora universitária Roseanne Pimentel, este momento pede união e apoio para os menos favorecidos. Apesar de compreender que as doações não resolverão o problema, acredita que ao menos, por um tempo, elas poderão ajudar. “Eu queria poder ajudar a todos, mas dentro dessa limitação a solução é uma corrente de solidariedade e de apoio”.

A organizadora se impressionou com a “corrente de amor” que se formou. “É o amor que está se espalhando para as pessoas, até para lembrarem que sempre vão precisar de outro ser humano para seguir em frente”, finaliza Rebeca.

Estabelecimentos fechados

O Governador Camilo Santana determinou, nesta quinta-feira (19), que todos os estabelecimentos do estado devem fechar, com exceção de serviços essenciais, como farmácias, hospitais, clínicas veterinárias e supermercados. A decisão começa a partir de amanhã (20) e vai até o dia 29 de março.

Na última segunda-feira (16), diversas escolas da capital já tinham anunciado a suspensão das aulas. As instituições seguem recomendação das autoridades de saúde como forma de prevenção ao avanço da doença.

G1 CE

Compartilhe

Deixe um comentário