Ouvir Rádio: Rádio Senado | Rádio Câmara Fale Conosco

Mais de 17 mil contribuintes do Ceará caem na malha fina, diz Receita

0

Mais de 17 mil contribuintes do Ceará caíram na malha fina em 2016, o que corresponde a 2,78% do total de declarantes no estado (625.110), de acordo com dados divulgados na tarde desta quinta-feira (8) pela Receita Federal. Em todo o país, houve 771.801 declarações retidas, ou 2,61% dos 29 milhões de declarantes.

Das 17.434 declarações retidas na malha fiscal no Ceará, 12.390 (71%) tiveram restituição bloqueada por pendências no processamento. A Receita Federal recebeu 29.542.894 declarações do IR 2016. Deste modo, a quantidade de declarações retidas hoje em malha fiscal corresponde a 2,61% do total de declarações enviadas neste ano, explicou o Fisco.

Para saber se está na malha fina, o contribuinte pode verificar se está no sétimo e último lote de restituição do Imposto de Renda – cujas consultas já foram abertas pela Receita Federal e podem ser feitas nessa página:

Se o contribuinte não aparecer nesse lote de restituições do IR, nem apareceu nos anteriores, está automaticamente na malha fina do leão, ou seja, teve sua declaração retida para verificação por parte da Receita Federal por conta de inconsistências ou omissões.

Consulta
A Receita Federal abriu na manhã desta quinta a consulta ao sétimo e último lote de restituições do Imposto de Renda 2016. No total, 1.613.183 contribuintes estão incluídos. Esse lote multiexercício contempla também restituições dos exercícios de 2008 a 2015.

O pagamento para 1.717.596 contribuintes – incluindo os que caíram na malha fina em anos anteriores – será feito no dia 15 de dezembro, totalizando o valor de R$ 2,5 bilhões.

Irregularidades
De acordo com a Receita Federal, das 771.801 declarações retidas na malha fina, 75% apresentam imposto a restituir, ou seja, valores a receber pelos contribuintes, ao mesmo tempo em que 22% tem imposto a pagar e 3% não apresenta imposto a restituir ou a pagar.

As principais razões pelas quais as declarações foram retidas na malha fina, neste ano, foram:

– Omissão de rendimentos do titular ou seus dependentes: 409.054 declarações com esta ocorrência.

– Divergências entre o IRRF informado na declaração e o informado em DIRF: 293.284 declarações com esta ocorrência.

– Dedução de previdência oficial ou privada, dependentes, pensão alimentícia e outras: 277.848 declarações com estas ocorrências.

– Inconsistências em despesas médicas: 162.078 declarações com esta ocorrência

Compartilhe

Deixe um comentário