Ouvir Rádio: Rádio Senado Fale Conosco

Máscaras deixarão de ser obrigatórias ao ar livre em São Paulo a partir do dia 11

0

Governador João Doria afirmou que alta taxa de vacinação foi determinante para decisão; proteção continuará obrigatória no transporte público

O governador de São PauloJoão Doria (PSDB), anunciou nesta quarta-feira, 24, durante coletiva de imprensa, que o uso de máscaras em ambientes abertos será flexibilizado no Estado a partir do dia 11 de dezembro. O uso do equipamento continuará a ser obrigatório em locais fechados e em áreas destinadas a transporte público. Para a decisão, o Comitê Científico considerou a queda sustentável no número de novos casos de Covid-19 em São Paulo e a diminuição das taxas de internação e óbitos pela doença nas últimas semanas, além do avanço da vacinação no Estado, que já tem 74,5% da população com as duas doses. Anteriormente, o Comitê Científico havia determinado que a flexibilização aconteceria quando o número de internações fosse inferior a 300 e a média móvel de casos estivesse abaixo de 1.100 e a de óbitos, menor que 50. No momento, nenhum indicador atingiu a meta traçada pelo governo.

Nesta quarta-feira, a média diária de internações está em 318, a de casos em 1.289 e a de óbitos em 60. Segundo Doria, a meta de 75% da população vacinada adulta com as duas doses deve ser batida nas próximas 24 horas. O governo estima que a taxa de imunização de maiores de 18 anos irá atingir a marca de 80% ao fim do mês de novembro. Para avançar com a campanha, a gestão estadual realizará uma mobilização para vacinação em massa do dia 1 a 10 de dezembro. Segundo a coordenadora-geral do Programa Estadual de Imunização (PEI), Regiane de Paula, 4,3 milhões de paulistas não voltaram aos postos para a aplicação da segunda dose.

Leia também

Após ‘fique em casa’, Estados e cidades organizam Carnaval 2022, mas Brasil não suporta nova onda de Covid

Hospital das Clínicas promove evento para agradecer as doações na pandemia

Polícia divulga nomes de 10 mortos durante operação em São Gonçalo

Em relação aos números da pandemia, a taxa de ocupação dos leitos de UTI no Estado nesta quarta-feira é de 21,6% e na Grande São Paulo é de 27,9%. Há 2.561 pacientes internados no Estado, sendo 1.136 em Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) e 1.425 em enfermaria. São Paulo registou uma queda de 15,8 no número de casos de Covid-19 na comparação com a semana epidemiológica anterior. Em relação às internações, houve uma diminuição de 6%. A taxa de óbitos teve baixa de 26%. Com isso, todos os indicadores voltaram a ter queda simultânea.

JOVEM PAN

Compartilhe

Deixe um comentário