Ouvir Rádio: Rádio Senado Fale Conosco

Medina vence Bourez e avança para a semifinal no surfe em Tóquio

0

Candidato ao ouro na Olimpíada, brasileiro derrotou o rival francês na praia de Tsurigasaki

Gabriel Medina confirmou o favoritismo e está classificado para a semifinal do surfe nos Jogos Olímpicos de Tóquio. O brasileiro derrotou Michel Bourez, da França, nas quartas de final.

Por causa da aproximação de um tufão perto de Tóquio, a organização dos Jogos decidiu antecipar a competição e a final está marcada para acontecer nesta terça-feira (27), às 3h46 (horário de Brasília).

Medina conseguiu uma nota 6.33 no início da bateria e ficou na liderança com 8.33 na somatória, enquanto o francês teve dificuldade para fazer boas manobras.

O brasileiro ampliou a vantagem após fazer um aéreo, que rendeu um 9, maior nota da Olimpíada até o momento. Bourez conseguiu 6.73, mas continuou distante de Medina.

Faltando menos de quatro minutos para o fim da bateria, o francês conseguiu uma nota 6,93 e chegou a 13.66 na somatória, mas Medina venceu a bateria com 15.33.

Na semifinal, o brasileiro enfrenta Kanoa Igarashi, do Japão, que derrotou Kolohe Andino nas quartas de final.

Campanha

Medina começou a participação em Tóquio com vitória na quinta bateria, com uma somatória de 12.23 pontos.PUBLICIDADE

Nas oitavas, o brasileiro, bicampeão mundial de surfe, derrotou o australiano Julian Wilson em bateria dramática que terminou em 14,33 a 13,00 para Medina.

Gritos, sorrisos e lágrimas: veja reações de atletas em Tóquio

Nem mesmo o equipamento de proteção foi capaz de esconder a expressão inusitada feita pelo italiano Daniele Garozzo, da esgrima, enquanto competia
Os Jogos Olímpicos é famoso por explorar o máximo do rendimento dos atletas. Com isso, os esportistas acabam reagindo também de forma intensa, seja na vitória, na derrota ou durante as competições, nos momentos de concentração. E isso sempre rende ótimas fotos. Esta imagem, por exemplo, é de Rayderley Zapata, espanhol da ginástica artística
A brasileira Natasha Rosa foi clicada fazendo uma cara inusitada enquanto competia no levantamento de peso
Nem mesmo o equipamento de proteção foi capaz de esconder a expressão inusitada feita pelo italiano Daniele Garozzo, da esgrima, enquanto competia
Os Jogos Olímpicos é famoso por explorar o máximo do rendimento dos atletas. Com isso, os esportistas acabam reagindo também de forma intensa, seja na vitória, na derrota ou durante as competições, nos momentos de concentração. E isso sempre rende ótimas fotos. Esta imagem, por exemplo, é de Rayderley Zapata, espanhol da ginástica artística
Os Jogos Olímpicos é famoso por explorar o máximo do rendimento dos atletas. Com isso, os esportistas acabam reagindo também de forma intensa, seja na vitória, na derrota ou durante as competições, nos momentos de concentração. E isso sempre rende ótimas fotos. Esta imagem, por exemplo, é de Rayderley Zapata, espanhol da ginástica artística
A brasileira Natasha Rosa foi clicada fazendo uma cara inusitada enquanto competia no levantamento de peso
A holandesa Kiki Bertens fez uma careta depois de perder na estreia do tênis contra Marketa Vondrousova, atleta da República Tcheca
Caiu um cisco aqui no olho? Na verdade, não. O dinamarquês Mikkel Hansen chorou após lesão no handebol
Parece até que está cantando, mas é a comemoração de Jang Woojin, da Coreia do Sul, durante disputa contra um competidor britânico no tênis de mesa
Tá sorrindo ou tá chorando? O brasileiro Rogério Moraes Ferreira apenas estava em ação durante o jogo de handebol contra a Noruega
Rolou lágrimas em dose dupla. Thomas Daley e Matty Lee, da Grã-Bretanha, choraram ao receber o ouro do nado sincronizado
Viran Morros, da Espanha, reagindo durante jogo contra a Alemanha no handebol
Foi com essa expressão que o sul-coreano Kim Woojin ao dar um tiro com arco na semifinal dos Jogos Olímpicos
Mas se é para fazer careta, o parceiro de time de Woojin, o Kim Je Deok, também mostrou que sabe
Nem mesmo o equipamento de proteção foi capaz de esconder a expressão inusitada feita pelo italiano Daniele Garozzo, da esgrima, enquanto competia
  • Os Jogos Olímpicos é famoso por explorar o máximo do rendimento dos atletas. Com isso, os esportistas acabam reagindo também de forma intensa, seja na vitória, na derrota ou durante as competições, nos momentos de concentração. E isso sempre rende ótimas fotos. Esta imagem, por exemplo, é de Rayderley Zapata, espanhol da ginástica artística
  • R7
Compartilhe

Deixe um comentário