Ouvir Rádio: Rádio Senado Fale Conosco

‘Não vai trazer nossa menina de volta mas vai aliviar a nossa dor’, diz mãe de Danielle sobre prisão de Zé do Valério

0
Mãe e pai de universitária morta em Pedra Branca falam sobre a prisão do suspeito Zé do Va
G1 CE
Mãe e pai de universitária morta em Pedra Branca falam sobre a prisão do suspeito Zé do Va

Mãe e pai de universitária morta em Pedra Branca falam sobre a prisão do suspeito Zé do Va

A mãe da universitária Danielle Oliveira, 20 anos, estuprada e morta em Pedra Branca, no interior do Ceará, em abril deste ano, afirmou que se sente “aliviada” com a prisão do suspeito de ter cometido o crime, o vaqueiro José Pereira da Costa, conhecido como “Zé do Valério”. Ele foi preso na manhã desta sexta-feira (12) na localidade de Jatobá Medonho, no Piauí.

“Estamos nos sentindo aliviados com a prisão desse monstro, sabendo que a Justiça agora foi feita. Não vai trazer a nossa menina de volta mas vai aliviar a nossa dor. Não tenho palavras para agradecer a Deus por essa vitória. Agora esse psicopata não vai mais fazer nenhum mal para ninguém, porque ninguém merece sofrer o que estamos sofrendo”, disse Joelma Oliveira ao G1.

A jovem Danielle desapareceu no dia 24 de abril e foi encontrada morta no dia seguinte em um sítio vizinho ao da sua família, em pedra Branca. O corpo da universitária estava despido e com um ferimento no olho esquerdo.

José Pereira da Costa, o Zé Valério, havia trabalhado no sítio da família, onde a universitária estava antes de desaparecer, prestando serviços como vaqueiro e amansando animais. O suspeito tem prisão decretada pelo crime.

A Prisão

Policiais da Força Tática (FT) e do serviço reservado na região de Crateús prenderam Zé Valério após uma denúncia anônima e levaram para a delegacia de Crateús. Ele estava escondido em uma região de mata. Um helicóptero da Coordenadoria Integrada de Operações Aéreas (Ciopaer) da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) deu apoio à ação policial.

Ainda segundo a polícia, Zé do Valério sobrevivia em mata por meio de caça. Durante a perseguição, em 21 de junho, ele chegou a trocar tiro com os policiais e fugiu. Os agentes de segurança apreenderam panelas e o material que ele usava para preparar comida.

G1 CE

Compartilhe

Deixe um comentário