Ouvir Rádio: Rádio Senado Fale Conosco

Pacientes com Covid-19 devem receber pulseira ao ser internados na rede pública de Fortaleza, recomenda MPCE

0

Pacientes da Covid-19 devem receber uma pulseira de identificação no momento da internação nas unidades hospitalares da rede pública de Fortaleza. A recomendação foi feita pelo Ministério Público estadual feita nesta segunda (25) às secretarias da Saúde do Estado (Sesa) e do município de Fortaleza (SMS). Além da pulseira, também deverá ser fixada uma placa de identificação junto ao leito do paciente.

De acordo com a promotora de Justiça, Ana Cláudia Uchoa, a ação vai evitar que haja erros em procedimentos médicos tanto para pacientes em atendimento como para aqueles que vierem a óbito. “Embora estejamos vivenciando um estado de excepcionalidade, as medidas de segurança do paciente devem ser observadas. Os protocolos de identificação são importantes para evitar eventuais danos e adversidades, como trocas de medicação ou, em caso extremos, de corpos”, disse.

Além da Sesa e da SMS, também receberam a recomendação os gestores do Instituto de Saúde e Gestão Hospitalar (ISGH), da Associação Paulista para o Desenvolvimento da Medicina (SPDM), da Fundação Leandro Bezerra de Menezes (FLBM) e de todas as Unidades de Pronto Atendimento (UPA) . Todos vão ter de adotar as providências necessárias em relação à medida no prazo de até cinco dias.

Entre as recomendações estão: apresentar informações acerca do plano e núcleo de segurança do paciente e seus protocolos e identificar todos os usuários do Sistema Público de Saúde de Fortaleza no momento da internação por, no mínimo, uma pulseira de identificação (com, pelo menos, o nome e a data de nascimento do paciente) e placa de identificação no leito.

O descumprimento injustificado da recomendação poderá acarretar a adoção de todas as medidas administrativas e judiciais cabíveis.

G1 CE
Compartilhe

Deixe um comentário