Parte do PT já pensa em abrir mão da cabeça de chapa e Ciro é o preferido

0

Da Redação
focus@focus.jor.br

Com Lula preso e fora do jogo das eleições, o pragmatismo do PT começa a avaliar a possibilidade de apoiar um candidato de outro partido. Só há dois possíveis: Ciro Gomes (PDT) ou Joaquim Barbosa (PSB). Reportagem do jornal Valor mostra que o tema será discutido em reunião do PT, nesta sexta-feira, em São Paulo.

“O ex-prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, e o ex-governador da Bahia, Jaques Wagner, já defendem internamente que o partido aceite a vaga de vice numa chapa presidencial”, diz a reportagem.

Mais: “Uma aliança com o ex-governador do Ceará, Ciro Gomes é hoje o cenário mais considerado entre aqueles que não veem chances de o partido encabeçar uma chapa. A distância que Ciro mantém do PT na fase mais crítica do partido na Lava-Jato, porém, o indispõe com amplos setores do petismo”.

Comentário: para Ciro Gomes, ter o ex-prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, como vice seria um ganho significativo. O perfil moderado do petista ajuda como contraponto ao estilo marrento de Ciro. As conversas já vêm acontecendo. Em 20 de fevereiro, por exemplo, Ciro e Haddad discutiram a possível aliança durante jantar na casa do ex-deputado Gabriel Chalita (PDT-SP).

Compartilhe

Deixe um comentário