Ouvir Rádio: Rádio Senado | Rádio Câmara Fale Conosco

Pedidos de recuperação judicial batem recorde em outubro

0

Segundo o Serasa Experian, as micro e pequenas empresas são as mais prejudicadas

 

O mês de outubro de 2023 registrou o total de 162 pedidos de recuperações judiciais, segundo dados do Indicador de Falências e Recuperação Judicial da Serasa Experian. O número representa um crescimento de 19,1% de requisições em comparação ao mês anterior.

Trata-se de um recorde do ano e também de um aumento de 51,4% comparado ao ano de 2022. Em outubro do ano passado, 107 empresas pediram recuperação judicial. Desde agosto deste ano o número de pedidos não parou de crescer, foram 135 em agosto, 136 em setembro e 162 em outubro.

Leia também1 Pondé comenta decisão do STF contra imprensa: “Há censura”
2 Venezuelanos começam a votar sobre anexação de 70% da Guiana
3 Empresa causadora de desastre em Maceió participa da COP28
4 Lula comenta referendo para Venezuela invadir a Guiana
5 Oposição tenta, mas homenagem para Moraes não será cancelada

– O incremento nas solicitações de recuperações judiciais é reflexo do crescimento de organizações que se viram diante da iminência da insolvência devido à acumulação significativa de débitos vencidos – explica o economista da Serasa Experian, Luiz Rabi.

E continua:

– Para evitar essa conjuntura, as empresas devem buscar prontamente a reorganização de seus recursos financeiros, o que implica em negociações com os credores e na implementação de estratégias para ampliar a receita e cumprir com os compromissos financeiros.

A pesquisa da Serasa também mostra que as “Micro e Pequenas” empresas puxaram a alta das recuperações judiciais (113), seguido das “Médias” (33) e “Grandes” companhias (16). Na visão por setores, “Serviços” foi responsável pelo maior volume das requisições. “Comércio” ficou em segundo lugar e, em sequência, estavam os setores “Primário” e “Indústria”.

PLENO NEWS

Compartilhe

Deixe um comentário