Ouvir Rádio: Rádio Senado Fale Conosco

Pfizer poderá distribuir vacina contra covid horas após aprovação

0

Primeira vacina contra a covid-19 que deve ter aprovação da FDA (agência regulatória dos Estados Unidos), a BNT162b2 poderá ter a distribuição iniciada horas após o aval do órgão, informaram a Pfizer e a BioNTech, desenvolvedoras do imunizante, em comunicado nesta sexta-feira (20).

As duas empresas apresentaram hoje o pedido de registro emergencial da vacina. Estudos da fase 3 indicaram que o imunizante tem 95% de eficácia —43 mil voluntários participam dos testes, sendo cerca de 3.100 no Brasil — e não apresenta efeitos adversos graves. 

Um terreno do tamanho de um campo de futebol na unidade da Pfizer em Kalamazoo, no estado do Michigan, foi transformado em uma “fazenda de freezeres”, com 350 equipamentos.

Leia também: Vacina da Pfizer: como funciona a nova tecnologia que pode revolucionar a imunização

Cerca de 50 milhões de doses ficarão prontas neste ano

Cerca de 50 milhões de doses ficarão prontas neste ano

Pfizer/via Reuters

O esquema de logística montado pela Pfizer inclui uma extensa rede de armazenamento e distribuição do imunizante.PUBLICIDADE

A empresa criou caixas especiais que utilizam gelo seco e podem transportar 5.000 doses da BNT162b2 em temperatura ultrabaixa por até dez dias.

“Cada caixa contém um sensor térmico habilitado com GPS para rastrear a localização e a temperatura de cada remessa de vacina. Depois de descongelado, o frasco da vacina pode ser armazenado por até 5 dias em condições de refrigeração (2°C a 8°C)”, diz a fabricante.

A Pfizer ressalta ainda que tem “expertise em transporte de cadeia de frio e possui uma infraestrutura estabelecida para fornecer a vacina em todo o mundo, incluindo centros de distribuição que podem armazenar as doses da vacina por até seis meses”.

Além do centro em Kalamazoo, contará também com uma unidade em Puurs, na Bélgica. Dezenas de caminhões e voos de carga vão carregar diariamente cerca de 7,6 milhões de doses a aeroportos.

Antes mesmo do registro aprovado, Pfizer e BioNTech já produzem a vacina. A expectativa é entregar cerca de 50 milhões de doses ainda neste ano. Outro 1,3 bilhão serão fabricadas ao longo de 2021.

R7

Compartilhe

Deixe um comentário