Ouvir Rádio: Rádio Senado / Universitária FM 107.9 Fale Conosco

Presidente da Câmara Municipal de Maracanaú é alvo de operação da Polícia Civil e do Ministério Público do Ceará

0

O presidente da Câmara Municipal de Maracanaú, vereador Carlos Alberto Gomes de Matos Mota, é alvo de operação da Polícia Civil e do Ministério Público do Ceará (MPCE) na manhã desta terça-feira (10). Ao todo, 21 mandados de busca e apreensão foram cumpridos e três pessoas presas nas operações “Fantasma” e “Sued”, que investigam suspeita de corrupção e lavagem de dinheiro.

G1 não conseguiu fazer contato com o vereador Carlos Alberto Gomes de Matos Mota até a publicação.

Policiais civis da Delegacia de Defraudações e Falsificações (DDF) e da Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (Draco) cumpriram os mandados na sede do Legislativo municipal em Maracanaú, na Grande Fortaleza, em residências particulares e em sedes de empresas.

Servidores dos gabinetes dos vereadores foram impedidos de entrar no prédio da Câmara até que a operação seja concluída.

O promotor de Justiça responsável pelo caso, Emanuel Epaminondas deixou o prédio da Câmara após as 9h. Ele disse apenas que a investigação corre em segredo de justiça e não deu mais detalhes.

No local, servidores da casa legislativa afirmaram que o presidente da Câmara foi preso na operação. O promotor, contudo, não confirmou.

De acordo com o MPCE, a Operação Fantasma apura “suposta contratação de servidores fantasmas na Câmara Municipal, bem como suspeita de desvio de recursos da remuneração de servidores daquela Casa Legislativa”. Já a “Operação Sued” investiga esquema de lavagem de dinheiro com suposto envolvimento de uma empresa localizada em Maracanaú.

G1 CE

Compartilhe

Deixe um comentário