Ouvir Rádio: Rádio Senado | Rádio Câmara Fale Conosco

Professora é detida no Ceará após agredir inspetora da Polícia Civil; vídeo

0

A mulher de 33 anos agrediu a inspetora em duas ocasiões. Primeiro na delegacia de Baturité e uma segunda vez, dentro da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do município.

Uma professora de 33 anos foi detida, na madrugada deste sábado (13), após agredir uma inspetora da Polícia Civil, em Baturité, a 100 km de Fortaleza. Segundo a Secretaria da Segurança Pública (SSPDS), a mulher teria desacatado um policial militar durante uma festa no Centro de Acarape, cidade vizinha, e foi conduzida para a Delegacia Regional de Baturité, onde agrediu a inspetora.

Segundo a pasta, um termo circunstanciado de ocorrência (TCO) foi instaurado pelos crimes de lesão corporal, desacato, desobediência, resistência e ameaça. Investigações estão em andamento, visando resolver o fato. O caso está a cargo da Delegacia Regional de Baturité.

Sobre as agressões, o Sindicato dos Policiais Civis de Carreira do Estado do Ceará (Sinpol-CE) afirmou que deu apoio para a policial civil agredida e desacatada dentro da delegacia.

O sindicato disse que a agente foi ameaçada e agredida tanto na delegacia como na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Baturité, durante os exames de corpo e delito. Por fim, o Sinpol-CE reforçou que fornece apoio psicológico, emocional e jurídico para a policial civil.

Professora agrediu a inspetora dentro da delegacia e na UPA de Baturité. — Foto: Reprodução

Professora agrediu a inspetora dentro da delegacia e na UPA de Baturité. — Foto: Reprodução

G1 CE

Compartilhe

Deixe um comentário