Quarta-feira, 13 de junho Boa noite! Aqui estão as principais notícias para você terminar o dia bem informado.

0

Por G1

Um alerta: o número de mortes causadas pela gripe no Brasil dobra, e o governo prorroga a vacinação. O STF retoma e adia de novo o julgamento sobre a condução coercitiva de investigados. O ministro Luiz Fux dá 48 horas para o governo explicar a tabela de fretes, uma reivindicação dos caminhoneiros. A PF conclui que o ex-ministro Geddel Vieira Lima esteve em um hangar do aeroporto de Salvador para receber propina. Na véspera da Copa, um terremoto abala a seleção espanhola. E pela 1ª vez a Fifa escolhe três países para sediar o mundial — o de 2026. O que é notícia no G1:

Novela do frete

O ministro do STF Luiz Fux deu 48 horas para o governo explicar os argumentos para a definição da tabela de fretes. Ele é relator de uma ação que questiona a medida do governo que definiu os preços de referência para o transporte de cargas no país. As entidades que entraram com a ação, representantes de empresas de transporte edeprodutores rurais, dizem que a MP “fere a economia de mercado”.

 (Foto: Reprodução/RBS TV)  (Foto: Reprodução/RBS TV)

(Foto: Reprodução/RBS TV)

Condução coercitiva é legal?

O STF adiou para amanhã a decisão sobre a legalidade da condução coercitiva de investigados, proibida por decisão provisória de Gilmar Mendes. O julgamento foi retomado hoje e o placar está 4 a 2 para permitir que suspeitos sejam levados para interrogatórios. O instrumento foi amplamente usado na Lava Jato, como no caso do ex-presidente Lula em 2016.

  • O relator Gilmar Mendes e a ministra Rosa Weber votaram para proibir a prática
  • O ministro Luiz Fux votou pela legalidade; Alexandre de Moraes, Edson Fachin e Luís Roberto Barroso também, mas com intimação prévia

Grana extra

O governo ampliou os saques do PIS-Pasep para todas as idades. Antes só podiam sacar o dinheiro os beneficiários com 60 anos ou mais, que contribuíram com o fundo até 4 de outubro de 1988. A Caixa é responsável por pagar o benefício para trabalhadores do setor privado, e BB paga os servidores públicos.

Calendário de pagamentos do Fundo PIS-Pasep (Foto: Igor Estrella/G1) Calendário de pagamentos do Fundo PIS-Pasep (Foto: Igor Estrella/G1)

Calendário de pagamentos do Fundo PIS-Pasep (Foto: Igor Estrella/G1)

Gripe preocupa

O número de mortes por gripe dobrou em 2018, em comparação com o ano passado. São 446 vítimas e 2,7 mil casos nos 6 primeiros meses do ano. A vacinação foi prorrogada e a campanha vai até o dia 22 de junho.

 (Foto: Arte/G1)  (Foto: Arte/G1)

(Foto: Arte/G1)

Saúde no bolso

A Justiça fixou um limite de 5,72% para o reajuste dos planos de saúde neste ano. A decisão vale para planos individuais e é provisória. A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) pretendia autorizar um aumento de 10% e anunciou que vai recorrer.

Ministério da Saúde consultou ANS sobre planos acessíveis. Entendimento é que há produtos similares no mercado (Foto: Pixabay/CC0 Creative Commons) Ministério da Saúde consultou ANS sobre planos acessíveis. Entendimento é que há produtos similares no mercado (Foto: Pixabay/CC0 Creative Commons)

Ministério da Saúde consultou ANS sobre planos acessíveis. Entendimento é que há produtos similares no mercado (Foto: Pixabay/CC0 Creative Commons)

Lava Jato

O juiz Sérgio Moro vetou o uso de dados da Lava Jato por órgãos da União, como o TCU e o BC. Ao vetar o uso de informações colhidas pela operação, ele alterou 9 decisões anteriores em que autorizou o compartilhamento de provas.

'Não havia razão para adiar ordem de prisão', diz Moro em entrevista a TV chinesa (Foto: CGTN America) 'Não havia razão para adiar ordem de prisão', diz Moro em entrevista a TV chinesa (Foto: CGTN America)

‘Não havia razão para adiar ordem de prisão’, diz Moro em entrevista a TV chinesa (Foto: CGTN America)

Malas de dinheiro

A PF concluiu que o ex-ministro Geddel Vieira Lima esteve no local apontado por um doleiro como ponto de entrega de propina, um hangar do aeroporto de Salvador. O celular de Geddel foi rastreado e a polícia comparou com os lugares mostrados pelo delator.

O ex-ministro Geddel Vieira Lima (Foto: Ueslei Marcelino/Reuters) O ex-ministro Geddel Vieira Lima (Foto: Ueslei Marcelino/Reuters)

O ex-ministro Geddel Vieira Lima (Foto: Ueslei Marcelino/Reuters)

Argentina dividida

A Câmara da Argentina começou a discutir a lei para legalizar o aborto. A sessão começou à tarde e deve acabar na madrugada, em uma disputda acirrada e indefinida. Os deputados estão dividios e a votação será decidida pelos indecisos. Do lado de fora do Congresso, argentinas a favor e contra foram às ruas. O G1 transmite a discussão ao vivo.

Manifestantes pró-aborto em frente ao Congresso argentino, em Buenos Aires, nesta quarta (13) (Foto: Erin Abramovich/AFP) Manifestantes pró-aborto em frente ao Congresso argentino, em Buenos Aires, nesta quarta (13) (Foto: Erin Abramovich/AFP)

Manifestantes pró-aborto em frente ao Congresso argentino, em Buenos Aires, nesta quarta (13) (Foto: Erin Abramovich/AFP)

‘Falei que tava com fome’

O MP abriu inquérito para investigar o caso de um segurança de um shopping em Salvador que tentou impedir um cliente de pagar uma refeição para um menino. A cena foi filmada e viralizou nas redes sociais. O funcionário está afastado do trabalho.

MP vai apurar caso do segurança que tentou impedir cliente de pagar almoço para criança

MP vai apurar caso do segurança que tentou impedir cliente de pagar almoço para criança

Vai começar!

Na Rússia, falta pouco para o primeiro confronto da Copa do Mundo. Os donos da casa vão enfrentar a Arábia Saudita, amanhã ao meio-dia (horário de Brasília). Às 11h30, o britânico Robbie Williams canta na abertura do mundial.

Gato 'vidente' Aquiles prevê vitória da Rússia na estreia (Foto: REUTERS/Dylan Martinez) Gato 'vidente' Aquiles prevê vitória da Rússia na estreia (Foto: REUTERS/Dylan Martinez)

Gato ‘vidente’ Aquiles prevê vitória da Rússia na estreia (Foto: REUTERS/Dylan Martinez)

Lopetegui demetido

Na véspera do mundial, um terremoto abalou a seleção e a torcida da Espanha. O técnico Julen Lopetegui foi demitido após o Real Madrid anunciar sua contratação para depois do mundial. Ídolo espanhol, o ex-zagueiro Fernando Hierro foi escolhido como substituto.

Fernando Hierro, novo técnico da Espanha na Copa 2018 (Foto: Manu Fernandez/AP) Fernando Hierro, novo técnico da Espanha na Copa 2018 (Foto: Manu Fernandez/AP)

Fernando Hierro, novo técnico da Espanha na Copa 2018 (Foto: Manu Fernandez/AP)

Notícias da Seleção

O vídeo de um treino fechado da Seleção indica que Tite vai manter o quarteto ofensivo da vitória de 3 a 0 sobre a Áustria, na estreia do Brasil contra a Suíça, no domingo (17).

Jogadores da seleção brasileira fazem treino fechado ao público em Sochi

Jogadores da seleção brasileira fazem treino fechado ao público em Sochi

EUA, México e Canadá em 2026

Pela primeira vez, uma Copa do Mundo será disputada em três países. O congresso da Fifa escolheu Canadá, Estados Unidos e México como países-sede do mundial de 2026. A candidatura conjunta derrotou a de Marrocos por 134 votos a 65.

A CBF votou em Marrocos, embora tenha prometido apoio à candidatura vencedora. A mudança causou uma crise diplomática.

Copa de 2026 será disputada em 3 países e terá 48 seleções (Foto: REUTERS/Sergei Karpukhin) Copa de 2026 será disputada em 3 países e terá 48 seleções (Foto: REUTERS/Sergei Karpukhin)

Copa de 2026 será disputada em 3 países e terá 48 seleções (Foto: REUTERS/Sergei Karpukhin)

Compartilhe

Deixe um comentário