Ouvir Rádio: Rádio Senado Fale Conosco

RAYSSA BRATILLIERI RELEMBRA PERRENGUES DO INÍCIO DA CARREIRA: “COMPRAVA UM POTE DE PIPOCA E FAZIA NA JANTA”

0
Rayssa Bratilieri  (Foto: Léo Lemos/Ed. Globo)

Rayssa Bratilieri é corajosa. Intérprete da Pérola de Malhação – Vidas Brasileiras, a jovem de 21 anos, natural de Apucarana, no Paraná, tomou uma decisão ousada ao completar 17 anos. Filha da comerciante Edcleia Gomes, de 50 anos, com o funcionário público Geraldo Bratillieri, de 53, e irmã da engenheira ambiental Lohana Bratillieri, de 26, a atriz decidiu se mudar sozinha para o Rio de Janeiro a fim de se dedicar à carreira artística. “Vir para o Rio foi uma atitude de muita coragem, hoje vejo isso. Vivi 100 anos em 4”, analisa ela, durante bate papo na Casa QUEM, evento que acontece até dia 14 de fevereiro em uma mansão com vista privilegiada, no bairro do Joá, no Rio, em parceria com a AlugueTemporada.

LEIA MAISCasal Peromar despista namoro na Casa QUEM: “Somos muito amigos”

Rayssa conta que enquanto seu pai, a princípio, ficou completamente “com o pé atrás” com sua mudança para o Rio, sua mãe a apoiou totalmente. “Meu pai é do interior, de uma família muito tradicional. Minha mãe, em contrapartida, sempre nos deixou – eu e minha irmã – muito livres”, explica. Quando chegou ao Rio de Janeiro, a atriz foi morar em repúblicas. “Já morei em sete lugares diferentes, alugava quarto em casas de família. Me mudei sem conhecer ninguém, só conhecia uma diretora de teatro infantil que foi quem me ajudou a conseguir a fazer as primeiras peças”, recorda.

A ajuda financeira vinha da mãe. “Depois de um tempo, meu pai começou a acreditar mais em mim e também me ajudou. O que eu ganhava no teatro era para fazer o meu mercado. Minha mãe me ajudava, mas sempre foi tudo muito contado. Eu passei muitos percalços em relação a dinheiro. Muitas vezes jantava pipoca porque ou guardava o dinheiro para ir para o curso ou guardava para comer. Então comprava um pote de pipoca e fazia na janta. Não foi fácil. Minha mãe me ligava e perguntava: ‘o que você vai jantar?’ Quando eu respondia que era ppipoca, ela chorava. Mas nunca pensei em desistir. Sabia que ia ser passageiro”, conta.

Rayssa Bratilieri  (Foto: Léo Lemos/Ed. Globo)
Rayssa Bratilieri  (Foto: Léo Lemos/Ed. Globo)
Rayssa Bratilieri  (Foto: Léo Lemos/Ed. Globo)
Rayssa Bratilieri  (Foto: Léo Lemos/Ed. Globo)

CONEXÕES

Rayssa afirma que o que mais a fez pensar em não se mudar para o Rio foi a forte ligação que tem com sua família. “O maior contra de vir para cá foi a minha família. Minha mãe me ligava três, quatro vezes por dia. Mas a gente sempre foi muito conectado. Sentia que eles estavam do meu lado, mesmo não estando”, conta.

De família budista, Rayssa acredita que tudo faz parte de um processo de evolução. “Meus pais seguem o Budismo de Nichiren Daishonin, que recita o Nam-myoho-renge-kyo. Ele fala sobre você olhar para dentro de si, é estado de consciência”, explica a atriz, que também é vegetariana. “Acho que tudo o que a gente segue na vida precisa casar, precisa conversar. Não como carne vermelha e frango há muito tempo por uma questão espiritual. Atualmente estou vegetariana, mas pretendo me tornar vegana. Também estou tentando me policiar em relação ao consumo porque ainda sou muito consumista”.

Para a atriz, a conexão com André Luiz Frambach, que vive Márcio, seu par romântico em Malhação, também é muito forte. “O André é maravilhoso, ele me ensinou tecnicamente mil coisas. Foi um encontro muito bonito, que me acrescentou muito e me deu muita força nesse trabalho. Só tenho gratidão”, elogiou, admitindo que ainda está aprendendo a lidar com a fama nas redes sociais e fora delas. “Estou aprendendo a lidar junto com o público, não sei o que é certo e errado, só faço o que acho que é melhor”.

Rayssa Bratilieri  (Foto: Léo Lemos/Ed. Globo)
Rayssa Bratilieri  (Foto: Léo Lemos/Ed. Globo)
Rayssa Bratilieri  (Foto: Léo Lemos/Ed. Globo)
Rayssa Bratilieri  (Foto: Léo Lemos/Ed. Globo)
Rayssa Bratilieri  (Foto: Léo Lemos/Ed. Globo)
Rayssa Bratilieri  (Foto: Léo Lemos/Ed. Globo)
Rayssa Bratilieri  (Foto: Léo Lemos/Ed. Globo)
Rayssa Bratilieri  (Foto: Léo Lemos/Ed. Globo)
Rayssa Bratilieri  (Foto: Léo Lemos/Ed. Globo)
QUEM
Compartilhe

Deixe um comentário