Ouvir Rádio: Rádio Senado / Universitária FM 107.9 Fale Conosco

Roma, a cidade mais prodigiosa do Universo

0

Nosso próximo destino: Roma, a mais prodigiosa cidade do Universo!

Quem leu Asterix, o gaulês, lembra dessa expressão. Os gauleses Asterix e Obelix, de uma pequena aldeia na França então dominada pelo Império Romano, resistiam contra o poderoso Júlio César. Impossível não lembrar das historinhas em que eles desafiavam os romanos.

asterix

Tanto que a primeira coisa a fazer na mais prodigiosa cidade do Universo foi conhecer as ruínas do tempo em que os romanos dominavam todo o mundo antigo conhecido pelo ocidente. Pegamos o metrô (compre o bilhete de um dia, você pode passear de transporte público o dia todo) e fomos ao Circo Máximo (local das corridas de biga, como no filme Ben Hur), em seguida (bem pertinho), ao Palatino e Foro Romano.

20160725_114837 (3)

Prepare-se para andar.

É um campo de ruínas enorme e impressionante, com subidas e descidas a perder de vista. A parte mais bonita, pra mim, é o palácio das Vestais, com lindas estátuas dessas moças que consagravam a vida e a virgindade à proteção dos lares.

20160725_122445 (3)

Os templos são um espetáculo à parte. Pela altura das colunas que sobraram dá pra ter uma vaga ideia do poderio desse povo no passado.

20160725_121706 (3)

Saindo do Foro Romano, fomos a pé até o Coliseu. O ingresso para os dois pode ser comprado junto, para que você não tenha que enfrentar as longas filas novamente.

20160725_161919 (3)

O Coliseu

Uma curiosidade: no Coliseu, assim como em outros monumentos, há várias partes faltando. Isso não é devido apenas a guerras ou à ação do tempo. Por incrível que pareça, em tempos passados, as pedras e o mármore empregados nas construções antigas foram retirados para serem reutilizados em igrejas, prédios e outros monumentos. O Coliseu foi quase totalmente depredado e perdeu grande parte de seu revestimento de mármore travertino. Felizmente, um papa decretou a preservação do monumento. Hoje, ele é o mais visitado da Itália, com seis milhões de turistas ao ano.

20160725_152633

Lendas e histórias

No Coliseu, ao contrário do que se pensa, não havia cristãos sendo jogados aos leões. Tratava-se de um grande estádio, que servia de palco para lutas de gladiadores e de animais, como ursos e leões, trazidos especialmente para isso. O programa dos romanos era para o dia inteiro. Os espectadores traziam comida, bebida, passavam o tempo assistindo, torcendo, até dormindo nas arquibancadas. De manhã havia lutas de animais contra animais, ou contra seres humanos, em simulações de caçadas. À tarde, o programa mais esperado, aconteciam as lutas entre gladiadores. Há relatos de que um imperador mandou encher o Coliseu de água para que lá houvesse um espetáculo representando uma batalha naval!

20160725_152146 (3)

Portanto, como você viu no vídeo, que se tem hoje na parte baixa do Coliseu é o subsolo, pois o chão era um tablado de madeira (que não existe mais) coberto de areia. A areia (arena em latim) servia para absorver o sangue derramado nesses “jogos” um tanto violentos. Por isso, até hoje, ao redor do mundo, os estádios são chamados de Arena. Hoje no Coliseu podemos apreciar as jaulas e boxes, onde ficavam homens e animais. O imperador tinha uma passagem exclusiva pelo mesmo subsolo, direto do palácio, para não caminhar em meio à multidão.

O calor em Roma no verão é muito forte, por isso havia fontes de água potável dentro do estádio para refrescar os espectadores. Atualmente, o município está reativando as fontes do Coliseu, para que os turistas também possam abastecer suas garrafinhas.

Este foi o post sobre a Roma antiga. No próximo, vou falar sobre o Vaticano. Até lá!

por Carla Vilhena
Compartilhe

Deixe um comentário