Ouvir Rádio: Rádio Senado | Rádio Câmara Fale Conosco

Stand: Inquilino pode negociar benfeitorias realizadas

0

00:00 · 23.03.2017
Reformar costuma ser muito tentador, mas quando o imóvel é alugado é preciso avaliar com calma uma vez que nem todos os tipos de intervenção estão liberadas sem a autorização do proprietário. A regra é simples. Ao fim do contrato, o imóvel deve ser devolvido exatamente como foi entregue. Portanto, se forem realizadas alterações radicais, a exemplo de quebra de paredes e troca de revestimentos, voltar ao que era antes será complicado e exige recursos.

Segundo o advogado Gilberto Maistro Jr., especialista em Direito Imobiliário, não há problemas em realizar modificações estéticas dentro do imóvel, desde que não alterem sua estrutura nem impeçam que ele seja devolvido nas condições originais. Mas, isso não significa que mudanças mais drásticas estejam vetadas. A diferença é que, nesses casos, o locatário deve negociar com o dono do imóvel. Este, por sua vez, pode negar ou aceitar a proposta. O inquilino não está fadado a não mudar nada na unidade imobiliária. Contudo, é preciso partir do diálogo e, dependendo da benfeitoria, até conseguir abate no aluguel, desde que haja acordo prévio com o proprietário.

Fortaleza foge da estabilidade nos Preços

De acordo com Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança (Abecip), Fortaleza é uma das cinco capitais que apresentaram elevação de preços dos imóveis em fevereiro ante janeiro últimos. Na maioria das cidades a tendência é de estabilidade, embora haja uma desaceleração da queda nos preços nominais dos imóveis residenciais. Houve elevação nos valores dos imóveis em Fortaleza (0,03%), Porto Alegre (0,46%), Curitiba (0,07%), São Paulo (0,01%) e Rio de Janeiro (0,07%).

Diário do Nordeste

Compartilhe

Deixe um comentário