Ouvir Rádio: Rádio Senado Fale Conosco

Suíça condena filho do ex-presidente da Transpetro

0

Com apenas 23 anos, em 2007, Expedito foi o responsável por abrir as contas de seu pai, na Suíça.

Expedito Machado, filho do ex-presidente da Transpetro, Sergio Machado, foi condenado, nesta quinta-feira (16), na Suíça, por lavagem de dinheiro.

A descoberta de uma conta secreta em seu nome foi decisiva para confirmar informações sobre como empresas teriam pago propinas para o esquema criado pelo MDB, informa o site UOL.

No final de 2019, Expedito foi multado em 540 mil francos suíços. Os recursos obtidos com a venda de seus imóveis no Reino Unido, um montante de US$ 3,4 milhões, também foram confiscados.

Uma outra parcela foi restituída ao Brasil, no valor de US$ 20 milhões, de acordo com uma publicação de assuntos judiciários na Suíça.

De acordo com o Ministério Público, em Berna, esse esquema teria permitido a lavagem de US$ 40 milhões em bancos como o Julius Baer e HSBC.

Ao todo, pelo menos dez contas que serviam à família foram encontradas pelos investigadores suíços.

Também foram revelados pagamentos de R$ 28 milhões de uma empresa ligada ao dono da Avianca, German Eframovich.

Renova Midia

Compartilhe

Deixe um comentário