Ouvir Rádio: Rádio Senado Fale Conosco

Três viram réus na Lava Jato por propina à Petrobras

0
Três viram réus na Lava Jato por propina à Petrobras
Imagem: Reprodução/Pixabay

A primeira audiência sobre o caso na Itália foi marcada para o próximo dia 14 de maio.

A operação Lava Jato chegou à Itália. Entre 2009 e 2014, italianos pagaram subornos a Renato Duque, ex-diretor de serviços de Petrobras.

Os alvos da Justiça italiana são os irmãos Gianfelice Paolo Rocca, além de Roberto Bonatti. Todos são sócios da San Faustin, holding do grupo Techint.

Os envolvidos serão processados pelo Tribunal Penal de Milão por corrupção internacional ligada à Petrobras.

No último dia 13 de fevereiro, o juiz Valerio Natale aceitou a denúncia feita por um time de procuradores contra os italianos e a holding, que tem sede em Luxemburgo.

Segundo o site Metrópoles, os procuradores afirmam:

“Entre 2009 e 2014, eles pagaram subornos a Renato Duque, diretor de serviços de Petrobras, em troca de 22 contratos de fornecimento de tubos industriais no valor de 1,4 bilhão de euros (cerca de R$ 6,7 bilhões), em favor da Confab.”

A Confab é uma empresa do Brasil fabricante de tubos que era controlada pela San Faustin, por meio da companhia Tenaris, metalúrgica que pertence ao grupo Techint.

Por intermédio das várias cartas rogatórias, os procuradores conseguiram reconstruir o caminho do montante que teria sido usado para pagar as propinas.

Renova Midia

Compartilhe

Deixe um comentário