Ouvir Rádio: Rádio Senado Fale Conosco

‘Um filme de terror que eu não desejo a ninguém’, diz mãe de adolescente baleado por dupla em escola no Bairro José Walter

0
Dupla invade escola e deixa três alunos feridos em Fortaleza

Dupla invade escola e deixa três alunos feridos em Fortaleza

“Foi um pesadelo, um filme de terror que eu não desejo a ninguém.” Foi assim que a mãe de um dos adolescentes baleados na quadra de uma escola no Bairro José Walter, em Fortaleza, descreveu a cena do crime. O caso aconteceu na noite desta quarta-feira (15), quando uma dupla armada invadiu uma partida de futebol na quadra da escola e atirou contra jovens que estavam jogando. Três adolescentes ficaram feridos e um segue hospitalizado, sem risco de morrer.

Conforme o delegado que investiga o caso, duas pessoas entraram armadas em uma escola com objetivo de matar um garoto. Eles dispararam vários tiros e feriram três adolescentes. Os suspeitos, um deles menor de 18 anos, estão foragidos.

Veja o resumo do caso:

  • Duas pessoas, sendo um adolescente, entram armados na quadra de uma escola em Fortaleza às 7h30 de quarta-feira
  • Eles invadiram a escola com objetivo de matar um garoto que jogava futebol na escola, conforme o delegado que apura o caso
  • Um funcionário da escola percebeu que duas pessoas entravam armadas e deixou o local antes de iniciar o tiroteio
  • As pessoas armadas disparam vários tiros, atingido três adolescentes
  • Dois adolescentes feridos sofreram ferimentos leves, foram atendidos em hospital e tiveram alta; outro garoto segue em hospital, sem risco de morrer

“Estava em casa. Quando ouvi os tiros, corri para a escola. Ele já estava baleado com as mãos na cintura. Voltei para casa para chamar meu esposo, e corremos para levá-lo para o hospital”, conta a mulher, que preferiu não se identificar. “Eu me vi em outro estado, nos Estados Unidos. Pensei que era uma chacina, que iam matar todo mundo, e eu: ‘meu Deus, meu filho estava ali no momento errado'”, conta.

A mãe do adolescente conta que levou o filho para o Hospital Gonzaguinha, e de lá ele foi transferido para outra unidade de atendimento. “Foi um tiro superficial e deu para ser retirado sem nenhum problema. Se pega de frente, ele fica paraplégico. Foi na gordura magra, bem próximo da coluna. Já recebeu alta, está em casa bem, medicado, e em observação.

Vítima não sentiu o tiro

Três adolescentes são baleados após quadra de escola ser invadida por dupla armada. — Foto: ReproduçãoTrês adolescentes são baleados após quadra de escola ser invadida por dupla armada. — Foto: Reprodução

Três adolescentes são baleados após quadra de escola ser invadida por dupla armada. — Foto: Reprodução

Segundo a mãe do adolescente, o jovem estava na reserva do time e não percebeu quando foi atingido pelo disparo.

“Ele ficou assustado porque não tinha visto isso. Aí ele disse que na hora pensou que nem tinha levado nada. Aí sentiu as pernas normais, andou, correu e se jogou no chão. Ele não sentiu. Foi quando o amigo dele disse ‘tu foi baleado também’. Aí o sangue troando e aquele pesadelo. A cena foi feia, eram muitos adolescentes correndo para todo lado, querendo se esconder”, relata.

O crime

Tiroteio aconteceu em escola de Fortaleza — Foto: Guilherme Pinheiro/G1Tiroteio aconteceu em escola de Fortaleza — Foto: Guilherme Pinheiro/G1

Tiroteio aconteceu em escola de Fortaleza — Foto: Guilherme Pinheiro/G1

O tiroteio ocorreu por volta das 19h30 desta quarta-feira (15) durante uma partida de futebol promovida por um projeto social desenvolvido e mantido pela Igreja Evangélica Assembleia de Deus no Bairro José Walter. O Centro Educacional Doris Johnson informou que o ocorrido “trata-se de um caso isolado”. A escola acrescentou que, dentre os feridos, dois são alunos matriculados na instituição e a outra vítima é uma jovem que assistia ao jogo.

Nas imagens registradas por câmeras do colégio, que podem ser vistas no vídeo acima, um grupo de pessoas que estava assistindo à partida corre assim que escuta o primeiro disparo. Em seguida, dois suspeitos invadiram a quadra e atiraram na direção a um jovem. A vítima tentou correr, mas foi perseguida pelos criminosos.

Durante o tiroteio, houve correria e tumulto no local. Os suspeitos estavam usando capacetes e fugiram após os tiros.

Em nota, a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) informou que o 8º Distrito Policial está apurando o caso e faz diligências para capturar os suspeitos envolvidos no crime.

Compartilhe

Deixe um comentário