Ouvir Rádio: Rádio Senado | Rádio Câmara Fale Conosco

União Brasil apoiará reeleição de Lira para a presidência da Câmara

0

O terceiro maior partido da Casa fez o anúncio após uma reunião com a presidente do PT, Gleise Hoffmann, nesta quarta-feira (23)

O União Brasil, o terceiro maior partido da Câmara dos Deputados, anunciou nesta quarta-feira (23) que apoiará a reeleição de Arthur Lira (PP-AL) para a presidência da Casa. A decisão foi tomada depois que representantes da legenda se reuniram com a presidente do PT, Gleise Hoffmann.

A escolha, segundo o União Brasil, está dentro de um “processo de fortalecimento do Legislativo e divisão dos espaços”. O presidente da legenda, o deputado federal Luciano Bivar (PE) — que em julho desistiu da Presidência para concorrer à vaga na Câmara —, defendeu a candidatura de Lira e afirmou que este é um momento sensível da República, que demanda a escolha de pessoas que têm mais “equilíbrio e sensatez”.

VEJA TAMBÉM
  • Senadores protocolam pedido de impeachment contra Barroso
    BRASÍLIA

    Senadores protocolam pedido de impeachment contra Barroso

  • Bancadas se reúnem para alinhar orientação sobre a PEC do estouro
    BRASÍLIA

    Bancadas se reúnem para alinhar orientação sobre a PEC do estouro

  • TCU manda PRF explicar suposta omissão em ações contra bloqueios
    BRASÍLIA

    TCU manda PRF explicar suposta omissão em ações contra bloqueios

“Confiamos na imparcialidade, na defesa do poder Legislativo e das nossas instituições, por consequência, o Estado de direito. Decidimos que caminharemos juntos com Arthur Lira como nosso candidato à presidência da Câmara dos Deputados”, afirmou Bivar, que garantiu que a tendência é que o PT também apoie Lira ao cargo.

“Momento de equilíbrio”, diz Lira

O presidente da Câmara dos Deputados agradeceu o apoio e afirmou que a formação de um bloco para a eleição envolve a “disputa de espaços no Legislativo”.

“Esta bancada que se forma é para um momento de equilíbrio, apaziguamento, discussão de pautas do Brasil. Não estamos conversando sobre base de apoio nem base de oposição. Todas as nossas conversas são restritas ao Parlamento”, garantiu Lira, sem comentar o andamento das negociações da PEC do estouro.

No ano seguinte às eleições, é realizada a votação para a presidência da Câmara dos Deputados. A data da eleição de presidentes para as duas casas do Congresso Nacional (Câmara e Senado) é 1º de fevereiro, dia determinado na Constituição.

Compartilhe

Deixe um comentário