Ouvir Rádio: Rádio Senado Fale Conosco

Vacinas contra Covid-19 serão enviadas ao Ceará e demais estados nesta segunda-feira (18)

0

Governador do Ceará afirma ainda que Secretaria da Saúde preparou plano de distribuição da vacina pelas cidades do estado.

“Estou indo ainda hoje a SP para encontro do Ministério da Saúde e para acompanhar, pessoalmente, a liberação do lote de doses para o nosso Estado, prevista para amanhã 7h”, afirmou Camilo Santana.

O governador afirmou ainda que o Ceará tem seringas suficientes para imunizar a população do estado. A distribuição do material será distribuído pelas cidades cearenses em aviões e helicópteros.

“Enquanto isso nossa Secretaria da Saúde também está preparada para colocar em prática o Plano de Vacinação aqui no Ceará, com o apoio de aviões e helicópteros para a distribuição nos municípios. Também já havíamos feito a aquisição de seringas, agulhas e refrigeradores para acondicionar as vacinas.”

Seis milhões de doses no país

Segundo o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, as doses serão distribuídas às 7h desta segunda-feira para todos os estados, de forma proporcional à população. Os estados mais populosos receberão mais doses da vacina.

O governo federal fez a aquisição de seis milhões de doses já produzidas pelo Instituto Butantan, em São Paulo. Cada pessoa deve receber duas doses, ou seja, o estoque atual é suficiente para vacinar três milhões de pessoas em todo o Brasil.

A segunda dose deve ser aplicada no intervalo entre 14 e 28 dias após a aplicação da primeira.

As vacinas serão aplicadas primeiramente nas pessoas dos grupos prioritários, que são idosos com mais de 75 anos, os que moram em asilos e profissionais que atuam na linha de frente do combate à pandemia.

1ª pessoa vacinada no Brasil

Primeira dose da CoronaVac é aplicada em SP — Foto: Rodrigo Rodrigues/G1

Primeira dose da CoronaVac é aplicada em SP — Foto: Rodrigo Rodrigues/G1

enfermeira Mônica Calazans, de 54 anos, moradora de Itaquera, na Zona Leste da capital paulista, foi a primeira pessoa, fora dos estudos clínicos, a receber a vacina no país.

Segundo informou o governo paulista, Mônica atua na linha de frente contra Covid-19 no Instituto de Infectologia Emílio Ribas.

Após ser imunizada, ela recebeu do governador João Doria um selo simbólico com os dizeres “Estou vacinado pelo Butantan” e uma pulseira com a frase “Eu me vacinei”.

Aprovação da vacina

PLANTÃO: Anvisa forma maioria de votos a favor do uso emergencial das vacinas Coronovac e de Oxford

–:–/–:–

PLANTÃO: Anvisa forma maioria de votos a favor do uso emergencial das vacinas Coronovac e de Oxford

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorizou neste domingo, por unanimidade, o uso emergencial das vacinas Coronavac e da Universidade de Oxford contra a Covid-19. A reunião que discutiu o tema durou cerca de 5 horas.

Os diretores acompanharam o voto de Meiruze Freitas, relatora dos pedidos. No caso da Coronavac, a diretora condicionou a aprovação à assinatura de termo de compromisso e publicação em “Diário Oficial”.

Segundo a Anvisa, somente o termo de compromisso assinado pelo Instituto Butantan precisa ser publicado no “Diário Oficial da União”, o que pode acontecer ainda neste domingo (17) em edição extra. De acordo com a agência, o termo já está pronto e será enviado ao instituto para ser assinado e publicado assim que assinado.

G1 CE

Compartilhe

Deixe um comentário