Ouvir Rádio: Rádio Senado Fale Conosco

Volta às aulas presenciais: como será o 2º semestre nas escolas de Fortaleza

0

Governo do Ceará permite que cada turma tenha apenas 50% de sua capacidade presencial. Previsão para retorno das instituições privadas é em agosto.

Os estudantes de escolas do ensino médio, fundamental e infantil de Fortaleza vão voltar às aulas presenciais ainda com restrições. O decreto vigente na capital libera as atividades presenciais com 50% da capacidade das turmas e oferecimento do ensino híbrido ou remoto para que pais e responsáveis possam escolher entre os dois.

As instituições públicas estão em aulas virtuais desde março de 2020. O objetivo para o ensino médio, conforme a Secretaria da Educação do Ceará (Seduc), é que as aulas presenciais (em formato híbrido) nas escolas públicas sejam retomadas em agosto.

Já as atividades em educação infantil e ensino fundamental, geridas pela Prefeitura de Fortaleza, ainda não têm previsão para retorno.

O sindicato das escolas particulares informou que retoma as atividades do segundo semestre letivo de forma híbrida também no próximo mês, “após as férias de julho”.

Nesta matéria, você poderá conferir:

  1. Quando vão voltar as aulas na cidade de Fortaleza conforme cada nível (ensino médio, ensino fundamental e educação infantil)
  2. O que se sabe até o momento sobre como vai ser a retomada das aulas na rede pública ou privada e como foi o modelo adotado no primeiro semestre.

Ensino médio

A meta da Secretaria da Educação do Ceará (Seduc) é que as escolas da rede estadual em Fortaleza possam retomar as atividades em agosto. A data específica não foi divulgada pela pasta, mas a ideia é que os trabalhos sejam reiniciados de forma híbrida. Atualmente, as escolas estão autorizadas a colocar até 50% de alunos em cada uma de suas turmas.

No primeiro semestre de 2021, todas as escolas públicas com alunos do ensino médio terminaram as atividades de forma remota. Há uma discussão acerca da vacinação completa de profissionais da educação. Enquanto as categorias de classe dizem que é preciso que todos os trabalhadores estejam vacinados, assim como os estudantes, o governo pretende adiantar a imunização de professores para que seja viável o retorno em agosto.

As escolas da rede particular, por sua vez, estão autorizadas a receber alunos do ensino médio na mesma proporção de capacidade (50%). Conforme o Sindicato dos Estabelecimentos Particulares de Ensino do Ceará (Sinepe-CE), as aulas nas escolas particulares do Ceará devem permanecer com ensino híbrido (variando entre presencial e remoto) após as férias de julho. No primeiro semestre, o ensino estava sendo feito de forma remota, pois a liberação foi dada pelo governo do estado em 28 de junho.

Ensino fundamental

As escolas de ensino fundamental da rede pública de Fortaleza não têm previsão para retornar com atividades presenciais. A Secretaria Municipal da Educação (SME) disse que “trabalha no plano de retomada das aulas presenciais, que ocorrerá de modo gradual para a segurança de toda a comunidade escolar”.

Durante o primeiro semestre, os alunos das escolas públicas da rede municipal tiveram aulas de forma exclusivamente remota, embora, em maio, o governo do estado tenha liberado todas as séries do ensino fundamental com 50% de capacidade em cada uma de suas turmas.

Durante o primeiro semestre, estudantes de escolas particulares entre o 1º e o 9º ano retomaram algumas atividades presenciais, no modelo híbrido.

Educação infantil

Nesse nível educacional, assim como nos demais, os Centros de Educação Infantil (CEI) ainda não retomaram as atividades presenciais. Não há previsão de quando essas unidades vão voltar presencialmente. Neste mês, os alunos matriculados na rede estão de férias

No primeiro semestre de 2021, as crianças com até três anos de idade foram autorizadas a ficar presencialmente nas creches particulares de Fortaleza, com limitação de 50% da capacidade das turmas. Crianças com 4 e 5 anos de idade só puderam voltar para este formato em abril, com a redução dos contágios pelo coronavírus na cidade.

G1 CE

Compartilhe

Deixe um comentário