Ouvir Rádio: Rádio Senado | Rádio Câmara Fale Conosco

Zé de Abreu se revolta com escolha de Frota para a transição

0

O ator José de Abreu, que é apoiador do Partido dos Trabalhadores, protestou contra a decisão da equipe de transição do governo Lula de convidar o deputado federal Alexandre Frota (PSDB) para o grupo de trabalho de Cultura. De acordo com o ator, a decisão é um “desrespeito à classe artística”.

Geraldo Alckmin (PSB), vice-presidente eleito e coordenador da transição, anunciou a escolha em coletiva nesta terça-feira (22). Zé de Abreu reagiu imediatamente em publicação no Twitter.

Leia também1 Lula inclui Frota e filho de José Dirceu no grupo de transição
2 Zé de Abreu diz que Cássia Kis tem “deficiência psíquica”
3 Transição tem maioria homem, branco, petista e paulista
4 Alckmin anuncia Aziz, Manuela d’Ávila e Janones na transição
5 Câmara aprova convocação de Nardes para explicar declaração

– Colocar Alexandre Frota na transição na área da Cultura é um desrespeito à classe artística – afirmou.

Em outra publicação, o ator citou o presidente Jair Bolsonaro, dizendo que nem mesmo o atual chefe do Executivo aliou Frota à cultura. Essa postagem foi fixada no topo do perfil do artista na rede social.

– Nem Bolsonaro teve o desplante de aliar Frota à Cultura! Por isso a ruptura. Jesus, Deus Pai! Meus sais – escreveu.

Além de Frota, os parlamentares que farão parte do grupo da Cultura são: Benedita da Silva (PT-RJ); Jandira Feghali (PCdoB-RJ); Marcelo Calero (PSD-RJ) e Túlio Gadêlha (Rede-PE).

PLENO NEWS

Compartilhe

Deixe um comentário