Um dia em Paris

0

CARLA VILHENA

Vamos passar um dia em Paris?

A pergunta parece de comercial de TV, aqueles que falam de compras incríveis, cartão de crédito… mas foi real. Eu e meu marido estávamos falando sério. Isso porque depois do advento das companhias aéreas de baixo custo, todos os transportes na Europa baratearam muito. E, como estávamos em Londres, tínhamos também a possibilidade de pegar o famoso trem pra Paris que passa sob o Canal da Mancha.

E foi essa a nossa escolha!

Normalmente, estações de trem são práticas, por se encontrarem dentro das cidades. Principalmente em capitais, como Londres, são várias, todas com acesso fácil pelo metrô. Partindo da estação St. Pancras, o trem nos leva em menos de duas horas e meia à estação Gare du Nord, dentro de Paris. Muitas vezes compensa, porque não temos que ir para aeroportos distantes, nem passar por todos os procedimentos demorados de um voo.

Pegamos o trem das sete da manhã

E, às nove e meia, já estávamos passeando em Paris! Como eu já disse em outras postagens, a primeira coisa que faço numa cidade como turista é pegar o city-tour, ou seja, o ônibus de dois andares que percorre os principais pontos turísticos. Ele nos dá um panorama muito mais completo das atrações, que podemos depois visitar com calma. Além disso, é confortável e o guia vai explicando ao vivo, geralmente com muito bom humor.

 

Igreja de Notre-dame

Museu do Louvre

Museu D’Orsay, numa antiga estação de trem

Grand Palais, local de exposições de arte

Avenida Champs Elysées, Arco do Triunfo ao fundo

E a principal atração, a torre Eiffel

Ela domina a paisagem de onde quer que se olhe. E vale a pena, pois a altura possilita desfrutar da beleza de Paris em todo o seu esplendor.

A imponente Torre Eiffel

Hora do almoço

Depois dos aplicativos de celular, tudo ficou mais fácil. Basta uma consulta aos restaurantes “nos arredores” e você pode desfrutar de um bistrô delicioso, com bons preços e comida ótima.

Bistrô Chez France

O Rio Sena contorna a cidade como um abraço

Por isso, Paris tem várias pontes famosas. Em estilos diferentes, elas se tornam mais uma atração da cidade.

Pont Neuf

As fachadas são uma festa para os olhos

Prédios em Paris vão do estilo neoclássico ao art nouveau,varandinhas de ferro, janelas deslumbrantes, tudo preservado e ainda um lindo cenário invernal com as árvores secas, aguardando seu momento de florir. Um encanto.

Cada cantinho vale uma visita!

Em Paris, o melhor é passear sem pressa e poder entrar nas boulangeries, as padarias que são uma festa para os olhos e para o paladar. Os doces, pães, tortas, tudo é uma tentação.

Ou fazer como os parisienses e se sentar num dos inúmeros cafés charmosos e ver o tempo correr sem culpa.

Existem muitas outras atrações

Mas, infelizmente, nosso tempo estava contado, pois o trem partiria para Londres às 21h. Mais uma vez, o famoso ônibus de city-tour nos salvou, e pudemos ver alguns bairros já à noitinha, de passagem para ir à estação.

Igreja de Montmartre entre os prédios

Casa de shows Moulin Rouge (moinho vermelho)

Rio Sena, com torre Eiffel ao fundo

Paris, mesmo por um dia, sempre vale a pena

Pouca coisa no mundo se compara em magnificência à capital da França. Tudo bem, é um destino óbvio, mas todo cidadão do planeta deveria ter direito a ir lá uma vez na vida ao menos e contemplar o que a humanidade produziu de mais maravihoso em termos de cidade.

Uma surpresa na volta pra Londres

Ainda em Paris, entrando na estação, tivemos direito a um show de rua que põe muito cantor bom no chinelo! Veja:

Agradecimentos: AlcaçuzAdriana Restum (roupas) e Wolford(body e meias)

Fotos: Carlos Monnerat

Espero que tenham gostado, até mais!

Beijos,

Carla e Carlos

Compartilhe

Deixe um comentário

<